Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8062
Title: Contribuições ao estudo sobre adoção tardia no Brasil
Authors: Capistrano, Cecília Antunes de Melo
Keywords: Adoção;Adoção tardia;Família;Criança;Adolescente
Issue Date: 10-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CAPISTRANO, Cecília Antunes de Melo. Contribuições ao estudo sobre adoção tardia no Brasil. 2018. 63f. Monografia (Graduação em Serviço Social), Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O trabalho trata sobre o tema da adoção. A fim de contribuir com problematizações sobre a referida temática realizou-se pesquisa que apresentou como objetivo geral identificar produções teóricas que discutem aspectos relacionados à adoção tardia de crianças maiores de três anos e de adolescentes na realidade brasileira. Nessa direção, os objetivos específicos se constituíram em: apreender a concepção de família na cena contemporânea; identificar aspectos históricos e legais da adoção no país e evidenciar discussões que norteiam o debate sobre a adoção tardia e ações que vêm sendo desenvolvidas para incentivar a adoção de crianças maiores e de adolescentes. Foi realizada pesquisa bibliográfica e documental, a partir da utilização de artigos, periódicos, livros, teses, como também da Constituição Federal de 1988 e do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, a Lei n° 13.509/2017. É fundamental esclarecer as demandas mais recorrentes e identificar os aspectos que permeiam o processo da adoção tardia, visto que as particularidades que envolvem essa adoção são reais e os Tribunais de Justiça do país vêm observando-as e procurando meios para mudar a realidade de crianças e adolescentes aptas à adoção. Um fator importante para essa mudança é ampliar o conhecimento da sociedade, dos pretendentes à adoção, sobre as crianças e adolescentes que estão fora do perfil quase sempre desejado. E, assim, possibilitar uma compreensão sobre os benefícios afetivos (para quem adota e, sobretudo, para quem é adotado) que podem resultar de um processo que envolva a adoção tardia.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8062
Other Identifiers: 2014091379
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ContribuicoesaoEstudo_Capistrano_2018.pdf1.14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons