Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8060
Title: Possibilidades e desafios das ações desenvolvidas pela Ouvidoria Municipal do SUS Natal: Enquanto espaço de atuação do/a Assistente Social e canal de Controle Social
Authors: Rabelo, Kamila Fernandes
Keywords: Ouvidoria do SUS/Natal;Controle Social;Saúde e serviço social
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RABELO, Kamila Fernandes. Possibilidades e desafios das ações desenvolvidas pela Ouvidoria Municipal do SUS Natal: enquanto espaço de atuação do/a Assistente social e canal de controle social. 2018. 60f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O presente trabalho aborda a temática Serviço Social e Ouvidoria no atual contexto do SUS, em Natal/RN. Com o objetivo de analisar e discutir acerca do controle social na instituição, constatamos as dificuldades e desafios enfrentados pela Ouvidoria, enquanto canal de participação. Do ponto de vista metodológico, recorremos à pesquisa bibliográfica e documental, a partir de leis, portarias e documentos produzidos tanto pela própria Ouvidoria Municipal do SUS Natal/RN, quanto daqueles produzidos durante o estágio curricular obrigatório. Com base nesse estudo, buscamos discutir o processo de saúde pública. Com a institucionalização do SUS, a política neoliberal contribuiu para o sucateamento do serviço público e fez surgir uma luta para que o SUS obedeça a seus princípios. Buscamos, em particular, caracterizar o trabalho do Assistente Social na Ouvidoria, como forma de compreender esse processo. O que contatamos, com essa pesquisa, foi o desconhecimento por parte dos usuários em relação a essa instituição, o que ocasiona muitas dificuldades para que se possa acessar o serviço ou reconhecê-lo como forma de reivindicações de direitos. Constatamos, também, que há alguns desafios a serem enfrentados pela Gestão do SUS, dentre os quais se destaca o não acesso dos usuários ao mecanismo de participação, que é a Ouvidoria, o que acaba dificultando uma melhoria do serviço de saúde e dificultando a concretização do controle social por parte da Ouvidoria.
Abstract: This work approaches Social Work and Ombudsman within the context of SUS in Natal/RN. With the aim of analyzing and discussing about the social control inside that institution, we ascertain the dificults and challenges faced by this Ombudsman, as a channel of participation. From the methodological point of view, we appeal to bibliographical and documental research, from laws, administrative rules, and documents produced as by the own City Ombudsman of SUS, as from those produced by us during our mandatory curricular internship. Based in that study we tried to discuss the process of public health. With the establishment of SUS, the neoliberal policy contributed to deteriorate the public service and made to raise a fight for SUS obeying its principles We tried, in particular, to characterize the job of the social worker in the Ombudsman, as a form of understanding this process. What we realized, with this research, it was that the lack of knowledge by part of the users relating to this institution, what causes many problems to access that service or to recognize their rights. We also realize there are some challenges to be faced by SUS management, among those, the most prominent is the lack of access by its users to the mechanism of participation – the Ombudsman -, what turns harder to improve its service and disturbs the social control efficiency.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8060
Other Identifiers: 2012961530
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PossibilidadeseDesafios_Rabelo_2018887.1 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons