Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8027
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBecker, Vanessa-
dc.contributor.authorMoreira, Caio Vitor Matos-
dc.date.accessioned2018-12-18T14:46:48Z-
dc.date.available2018-12-18T14:46:48Z-
dc.date.issued2018-12-10-
dc.identifier20170008410pt_BR
dc.identifier.citationMOREIRA, Caio Vitor Matos. Avaliação do estado trófico da água da Lagoa de Extremoz, RN, Brasil. 2018. 23f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro de Tecnologia, Curso de Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8027-
dc.description.abstractEutrophication can be characterized as the process of water enrichment by nutrients, especially phosphorus and nitrogen, resulting in increased primary productivity. This process is a progressive degradation of water quality that, in addition to reducing the supply of adequate water for different uses, increases the costs of treating this resource for public supply. Classifications of trophic status are important for study and maintenance of water bodies, as we know that eutrophication is very harmful to water quality and monitoring of trophic level allows an essential diagnosis to promote the efficient management of water resources. Extremoz Lake is a natural system, used for water supply of the northern zone of the municipality of Natal, RN. The aim of this work was to evaluate the trophic state of this source according to the limnological variables. The sampling period was from October 2017 to June 2018. Considering two methods of classifying trophic status categories, the total phosphorus variable of the study period (2017-2018) classified the lake as a mesotrophic system, whereas chlorophyll- to a eutrophic system. Comparing with previous studies it was possible to verify that the Extremoz Lake is undergoing a gradual process of eutrophication. Although total phosphorus concentrations do not classify the reservoir as eutrophic, water already presents high rates of chlorophyll-a, indicating high algal biomass for this parameter that is more representative for the consequence of eutrophication.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectManancial de abastecimentopt_BR
dc.subjectEutrofizaçãopt_BR
dc.subjectClassificação tróficapt_BR
dc.titleAvaliação do estado trófico da água da Lagoa de Extremoz, RN, Brasil.pt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Silva, Hérika Cavalcante Dantas da-
dc.contributor.referees2Rocha Junior, Carlos Alberto Nascimento da-
dc.description.resumoA eutrofização pode ser caracterizada como o processo de enriquecimento das águas por nutrientes, especialmente fósforo e nitrogênio, resultando no aumento da produtividade primária. Esse processo é de progressiva degradação da qualidade da água que além de reduzir a oferta de água adequada para os diferentes usos, aumenta os custos do tratamento deste recurso para o abastecimento público. As classificações de estado trófico são importantes para estudo e manutenção de corpos hídricos, como sabemos a eutrofização é muito maléfica para a qualidade da água e o acompanhamento do grau de trofia permite diagnóstico imprescindível para promover a eficiente gestão de recursos hídricos. A Lagoa de Extremoz é uma lagoa natural que é utilizada como um manancial de grande importância para o abastecimento da zona norte do município de Natal, RN. O objetivo deste trabalho foi avaliar o estado trófico deste manancial de acordo com as variáveis limnológicas. O período de amostragem foi de Outubro de 2017 até Junho de 2018. Considerando dois métodos de classificação de categorias de estado trófico a variável fósforo total do período de estudo (2017-2018) classificou a lagoa como um sistema mesotrófico, enquanto que a clorofila-a um sistema eutrófico. Comparando com estudos anteriores pôde-se constatar que a Lagoa de Extremoz está passando por um gradual processo de eutrofização. Apesar das concentrações de fósforo total não classificarem o reservatório como eutrófico, a água já apresenta altas taxas de clorofila-a, indicando alta biomassa algal por esse parâmetro que é mais representativo para a consequência da eutrofização.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEngenharia Ambientalpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caio Matos TCC Amb 2018.pdfAvaliaçãodoestado_Moreira_2018763.34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons