Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7898
Title: Análise comparativa dos padrões de sono entre adolescentes do ensino médio e superior
Authors: Diogo, Fernanda Mayara Crispim
Keywords: Adolescentes;Qualidade de sono;Sonolência diurna;Atenção;Rendimento acadêmico
Issue Date: 10-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DIOGO, Fernanda Mayara Crispim. Análise comparativa dos padrões de sono entre adolescentes do ensino médio e superior. 2018. 76 f. Monografia (Graduação em Biomedicina) - Curso de Biomedicina, Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O adolescente passa por mudanças no padrão do ciclo sono-vigília com a chegada da puberdade, manifestadas por um atraso de fase. Porém, os horários escolares matutinos geram uma diminuição na duração do sono nos dias da semana, ocasionando um quadro de privação e irregularidade do sono. Estudar adolescentes do ensino médio e superior possibilitaria observar se os mais velhos sofrem maior privação de sono que os mais novos e, se isto, estaria associado a uma maior demanda acadêmica. O objetivo deste trabalho foi comparar os hábitos e qualidade de sono, sonolência diurna e a atenção entre adolescentes do ensino médio e superior, de uma escola privada e da área de Biociências de uma instituição pública de ensino superior, respectivamente. Participaram do estudo 88 adolescentes (54 meninas e 34 meninos), 48 matriculados no turno matutino do ensino médio (G1 - 15,5 ± 0,7 anos) e 40 matriculados em disciplinas nos primeiros horários da manhã do ensino superior (G2 - 20,4 ± 3,2 anos). Os estudantes responderam a um Diário de sono contendo a escala de sonolência de Maldonado, por 10 dias, e aos questionários “A saúde e o sono” e Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh. Os componentes da atenção foram avaliados pela Tarefa de Execução Contínua (TEC) aplicada pela manhã. O G2 tendeu a dormir mais tarde (Anova, p=0,07) e acordou mais tarde (Anova, p<0,05) que o G1. Embora o tempo na cama não tenha diferido entre os grupos, o G1 apresentou maior irregularidade nesta variável entre semana e fim de semana, além de pior qualidade de sono (Anova, p<0,05) e maior sonolência ao acordar (Anova, p<0,05). Em relação aos componentes da atenção, o G2 apresentou maior tempo de reação para as respostas erradas em relação à atenção sustentada e seletiva, enquanto o G1 apresentou maior percentual de respostas erradas e omissões em todos os componentes da atenção, além de maior desvio padrão do tempo de respostas corretas ao longo da tarefa, indicando menor atenção sustentada (Anova, p<0,05). Os resultados mostram que os adolescentes do ensino médio estão com pior qualidade de sono que está associada a níveis mais elevados de sonolência e redução da atenção, o que pode ocasionar um efeito negativo no rendimento acadêmico. Estudos adicionais são necessários para investigar as causas destas diferenças entre os dois níveis de ensino.
Abstract: The adolescent undergoes changes in the pattern of the sleep-wake cycle with the onset of puberty, manifested by a phase delay. However, the morning school hours generate a decrease in the duration of sleep on the days of the week, causing a picture of sleep deprivation and irregularity. To study adolescents in high school and in college would make it possible to see if older adolescents suffer more sleep deprivation than younger ones and, if so, it would be associated with greater academic demand. The objective of this study was to compare the habits and quality of sleep, daytime sleepiness, and attention among adolescents of high school and college of a private school and the biosciences area of a public institution of higher education, respectively. The study was attended by 88 adolescents (54 girls and 34 boys), 48 enrolled in the morning session of the high school (G1 – 15,5 ± 0,7 years) and 40 enrolled in disciplines in the first hours of the morning of college (G2 – 20,4 ± 3,2 years). Students filled a Sleep log containing the Maldonado Sleepiness Scale for 10 days, the "Sleep and Health" questionnaire and the Pittsburgh Sleep Quality Index. Attention components were evaluated by the Continuous Execution Task (CET) applied in the morning. G2 tended to sleep later (Anova, p = 0.07) and woke up later than G1 (Anova, p <0.05). Although the time in bed did not differ between groups, G1 presented a greater irregularity in this variable between week and weekend, and worse sleep quality (Anova, p <0,05) and greater sleepiness on waking (Anova, p <0.05). Regarding the components of attention, G2 presented a greater reaction time for the wrong answers in relation to the sustained and selective attention, while the G1 presented a greater percentage of wrong answers and omissions in all the components of the attention, and greater standard deviation of the time of correct answers throughout the task, indicating less sustained attention (Anova, p <0.05). The results show that high school adolescents are suffering from poorer quality of sleep associated with higher levels of sleepiness and reduced attention, which may have a negative effect on academic performance. Additional studies are needed to investigate the causes of these differences between the two levels of education.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7898
Other Identifiers: 2014088391
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnáliseComparativaPadroes_Diogo_2018.pdf2.63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons