Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7874
Title: Perfil dos recém-nascidos e das mães que utilizaram a técnica do copinho para a alimentação do neonato
Authors: Lima, Lusinete Maria de
Keywords: Newborn;Nursing;Breast Feeding
Issue Date: 5-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA, Lusinete Maria de. Perfil dos recém-nascidos e das mães que utilizaram a técnica do copinho para a alimentação do neonato: 2018. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso, (Graduação em Enfermagem) – Faculdade de Ciências e Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2018.
Portuguese Abstract: Introdução: A técnica do copinho é uma alternativa para que o bebê receba o leite materno, caso não haja a mamada eficaz. Objetivou-se verificar o perfil dos recém-nascidos e das mães que utilizaram a técnica do copinho para a alimentação do neonato em uma maternidade do interior do Rio Grande do Norte. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo e exploratório de abordagem quantitativa realizado com 132 binômios, mãe-filho. Foram analisadas as variáveis, idade, nível de escolaridade, ocupação, paridade, tipos de partos e gestações, número de consultas de pré-natal, antecedentes patológicos e idade gestacional, peso dos neonatos e APGAR no 1º e 5º minuto de vida. Resultados e discussão: A maioria das puérperas tinha idade igual ou superior a 20 anos e possuía ensino médio completo ou superior, eram primíparas, via de nascimento foi por cesariana e gravidez única, com nível de escolaridade igual ou maior que o ensino médio completo, com número de consultas de pré-natal maior que 6 consultas, sem antecedentes patológicos e com idade gestacional entre 37 a 41 sem e 6 dias. A maioria dos neonatos tinha peso adequado (>2,5kg – 4kg) e apresentaram APGAR 9 no 1º e 5º minuto de vida. Conclusão: Diante do exposto foi possível concluir que os fatores inerentes à introdução de complemento, usando a técnica do copinho, no período pós-parto no ambiente hospitalar se deram em sua maioria para o binômio cujos neonatos nasceram por parto cesáreo.
Abstract: Introduction: The cup technique is an alternative for the baby to receive breast milk if there is no effective breastfeeding. The objective of this study was to verify the profile of newborns and mothers who used the coping technique to feed the neonate in a maternity hospital in the interior of Rio Grande do Norte. Methodology: This is a descriptive and exploratory study of a quantitative approach performed with 132 binomials, mother-child. The variables, age, educational level, occupation, parity, types of deliveries and pregnancies, number of prenatal consultations, pathological history and gestational age, birth weight and APGAR in the 1st and 5th minutes of life were analyzed. Results and discussion: The majority of puerperal women were 20 years of age or older and had completed secondary or higher education, were primiparous, route of birth was by caesarean sectionand single pregnancy, with a level of education equal to or higher than the prenatal consultations greater than 6 visits, without pathological antecedents and with gestational age between 37 and 41 days without and 6 days. Most of the neonates had adequate weight (> 2.5kg - 4kg) and presented APGAR 9 at the 1st and 5th minute of life. Conclusion In view of the above, it was possible to conclude that the factors inherent to the introduction of the complement, using the cupping technique, in the postpartum period in the hospital environment were mostly for the binomial whose newborns were born by cesarean delivery.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7874
Other Identifiers: 2013089465
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons