Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7825
Title: Avaliação de técnicas analíticas na determinação de contaminantes orgânicos em cascalhos de perfuração
Authors: Silva, Arthur César Mendes da
Keywords: Cascalho de perfuração;extraction;microemulsão;extração;TPH;Drill cuttings;microemulsions
Issue Date: 30-Nov-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Arthur César Mendes da. Avaliação de técnicas analíticas na determinação de contaminantes orgânicos em cascalhos de perfuração. 2018. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O petróleo tem sido muito importante à humanidade no último século. Porém a sua produção resulta em contaminação dos solos e águas devido à variedade de constituintes, que vai desde matéria orgânica até metais pesados. Assim, é necessário o uso de métodos e materiais que tratem os contaminantes, que podem ser orgânicos ou inorgânicos, do petróleo sem agredir o meio ambiente. A contaminação pode acontecer devido ao cascalho de perfuração, que é originado dos cortes da broca de perfuração nas rochas da formação. Visto que há um grande volume de cascalho gerado por ano durante as perfurações de poços de petróleo, é esperado também uma quantidade razoável de contaminantes que vêm com ele. Desta forma, soluções promissoras, como o uso de tensoativos, processos de adsorção e micro-ondas, têm crescido com destaque. Os contaminantes orgânicos podem ser retirados do cascalho a partir da operação de extração sólido-líquido e detectados por diversas técnicas que avaliam o Total Petroleum Hydrocarbons (TPH). Este trabalho teve como objetivo geral verificar quais das técnicas estudadas - Teor de Óleos e Graxas (TOG), Espectroscopia de Infravermelho (IR), Espectrofotometria de absorção no UV-Vis, Gravimetria, Termogravimetria e Cromatografia Gasosa com Detector de Ionização de Chama (CG-FID) – podem ser usadas para a determinação dos contaminantes orgânicos pelo TPH em cascalhos de perfuração, tratados com sistemas microemulsionados, que podem ser formados a partir dos tensoativos e têm como vantagens o baixo custo e sua biodegradabilidade. Os sistemas microemulsionados foram, então, usados para remover os contaminantes do cascalho e, posteriormente, esse cascalho foi avaliado quanto à quantidade ainda presente de TPH. Os resultados obtidos, portanto, mostraram que a melhor técnica para quantificação dos contaminantes é através da Cromatografia Gasosa e, em termos qualitativos, os espectros de Infravermelho e a Termogravimetria podem ser usados como alternativa.
Abstract: The oil has been very important to humanity in the last century. But its production results in contamination of soils and waters due to the variety of constituents, ranging from organic matter to heavy metals. Thus, it is necessary to use methods and materials to treat contaminants, which can be organic or inorganic, from oil without harm the environment. Contamination can happen due to drill cuttings, which are originated from the cuts in the rock formation made by the drill bit. Since there is a large volume of drill cuttings generated per year during the drilling of oil wells, is expected to also have a fair amount of contaminants that come with it. In this way, promising solutions, such as the use of surfactants, adsorption and microwave processes, have grown to prominence. The organic contaminants can be removed from the drill cuttings by the solid-liquid extraction operation and detected by a variety of techniques to evaluate the Total Petroleum Hydrocarbons (TPH). This work had as general objective to verify which of the techniques studied – content of oils and greases (TOG), Infrared (IR) spectroscopy, Spectrophotometry UV-Vis absorption, Gravimetry, Thermogravimetry and Gas Chromatography with Flame Ionization Detector (CG-FID) – can be used for the determination of TPH from the organic contaminants in cuttings, treated with microemulsions systems, that can be formed from the surfactants and have advantages such as low cost and its biodegradability. Microemulsions systems were then used to remove the contaminants from the drill cuttings and, later, this cuttings were evaluated as to the amount still present of TPH. The results, therefore, showed that the best technique for quantification of TPH is the Gas Chromatography and, in qualitative terms, the Infrared and Thermogravimetry can be used as an alternative.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7825
Other Identifiers: 2015089384
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaodeTecnicas_Silva_2018.pdfMonografia1.1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons