Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7767
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNóbrega, Selma Hissae Shimura da-
dc.contributor.authorFlorêncio, Arthur Medeiros Brandão-
dc.date.accessioned2018-12-12T17:24:28Z-
dc.date.available2018-12-12T17:24:28Z-
dc.date.issued2018-11-29-
dc.identifier2014029050pt_BR
dc.identifier.citationFLORÊNCIO, Arthur Medeiros Brandão. Considerações sobre a não-linearidade geométrica em estruturas de aço. 2018. 102f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) - Centro de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7767-
dc.description.abstractThe Brazilian standard code NBR 8800/2008 allows the use of the Moment Amplification Factors (MAF) for the approximation of the second-order effects in steel structures. Therefore, the goal of this research project is to compare the results obtained through this method with those from a more refined approach, using the software AcadFrame. To better comprehend the MAF, this work intends to clarify the theoretical foundation in relation to its formulation and compare how geometric nonlinearity is approached in other international standards, to observe the different possibilities in its consideration. In this sense, frames with 1 to 10 storeys were analyzed. Based on the results, it was possible to conclude that MAF is a simplified method, valid for the evaluation of second-order effects, with the reservation that, in structures more susceptible to sway, there can be significant discrepancies when compared to a more rigorous method, in agreement to the observations of other authors. Moreover, the simultaneous consideration of geometric imperfections and wind load, as required by the NBR 8800/2008 as a requirement for the use of MAF in structures of high displaceability (B2>1,4, according to this standard code), is not enough to ensure a good approximation through the method.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectEfeitos de segunda ordempt_BR
dc.subjectNão-linearidade geométricapt_BR
dc.subjectMétodo da Amplificação dos Esforços Solicitantes.pt_BR
dc.subjectImperfeições geométricaspt_BR
dc.subjectImperfeições de materialpt_BR
dc.titleConsiderações sobre a não-linearidade geométrica em estruturas de açopt_BR
dc.title.alternativeObservations regarding geometric nonlinearity in steel structures.pt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Mello, Markus Vinícius Medeiros-
dc.contributor.referees2Medeiros, Rodolfo Costa de-
dc.description.resumoA norma brasileira NBR 8800/2008 possibilita a utilização do Método da Amplificação dos Esforços Solicitantes (MAES) para a aproximação dos efeitos de segunda ordem. Com isso, o objetivo deste trabalho é comparar os resultados obtidos pelo método, aplicado com o auxílio do software TRAME 4.2.1, com os de uma análise mais rigorosa através do programa AcadFrame. Para compressão do MAES, o trabalho busca elucidar a fundamentação teórica por trás de sua formulação e comparar a abordagem quanto ao tema da não-linearidade geométrica com normas estrangeiras, para observar as diferentes formas existentes de sua consideração, aplicando-as em um exemplo de cálculo. Nesse sentido foram avaliados pórticos planos de 1 a 10 pavimentos. Com as análises realizadas, foi possível concluir que o MAES é um método simplificado, válido para a estimativa dos efeitos de segunda ordem com a ressalva de que, em estruturas de grande deslocabilidade, os resultados obtidos podem apresentar diferença significativa quando comparados aos métodos mais refinados, em concordância com o observado por outros autores. Além disso, as prescrições da NBR 8800/2008 para estruturas de grande deslocabilidade, em relação ao MAES, que exigem a consideração das imperfeições geométricas inicias simultaneamente às ações do vento e no mesmo sentido, não garantem a boa aproximação do método.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEngenharia Civilpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConsideraçõesSobreaNão-linearidade_Florêncio_2018.pdfMonografia3.65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons