Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7634
Title: Adaptação do protocolo Indicadores de Performance Funcional Auditiva Versão Reduzida (FAPI-r)
Authors: Araújo, Maria Eduarda Braga de
Keywords: Validade dos Testes;Percepção Auditiva;Habilitação da Deficiência Auditiva
Issue Date: 1-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Maria Eduarda Braga de. Adaptação do protocolo Indicadores de Performance Funcional Auditiva Versão Reduzida (FAPI-r). 2018. 85f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Fonoaudiologia. Natal, RN, 2018.
Portuguese Abstract: Introdução: Os instrumentos de avaliação da percepção auditiva são ferramentas importantes para o monitoramento do desenvolvimento das crianças com deficiência auditiva em processo terapêutico fonoaudiológico. No entanto, ainda são escassos os protocolos disponíveis em português que avaliem todas as habilidades auditivas, na visão do fonoaudiólogo e da família, que sejam aplicáveis à rotina dos serviços especializados de reabilitação. Diante disso, adaptar um instrumento em formato reduzido, possibilita a utilização do mesmo em amostras mais amplas, bem como viabiliza a comparação entre dados obtidos em diferentes sujeitos e contextos, com ganhos para as esferas clínica e de pesquisa. Objetivo: adaptar o protocolo Indicadores de Performance Funcional Auditiva Brasileiro (FAPI brasileiro) para uma versão reduzida, incluindo a produção de material e de um manual de aplicação. Método: estudo do tipo metodológico, descritivo e transversal, com abordagem quanti-qualitativa, realizado com sete fonoaudiólogos que aplicaram o protocolo em 34 crianças com deficiência auditiva e seus responsáveis. Cumpriram-se a análise da validade de conteúdo, bem como da confiabilidade do instrumento por meio da avaliação da equivalência semântica, da análise da satisfação dos fonoaudiólogos e dos testes estatísticos alfa de Cronbach e coeficiente de Kappa. Resultados: foi adaptada a versão reduzida denominada FAPI-r, com coeficientes que indicaram consistência interna e concordância interavaliadores quase perfeitas. Os fonoaudiólogos referiram satisfação com o instrumento e relataram que o manual de aplicação facilitou o entendimento de como utilizar o mesmo. Observou-se, no entanto, a não concordância entre a avaliação dos fonoaudiólogos e as respostas das famílias, indicando a necessidade de maior inserção destas no cenário terapêutico com orientações sistemáticas sobre o que esperar do progresso das habilidades auditivas na criança com deficiência auditiva. Conclusão: Realizada a adaptação do FAPI-r, constatando-se sua validade e confiabilidade, com futuros desdobramentos para a pesquisa e atuação clínica na (re)habilitação auditiva.
Abstract: Introduction: The assessment protocols for evaluating auditory perception are important tools for monitoring hard of hearing children in a speech-language therapy process. However, there are still few instruments available in Portuguese that assess all auditory skills, contemplating the clinical evaluation and also the family judgment that are applicable to the routine of specialized rehabilitation services. Therefore, adapting an instrument in a reduced format, allows it use in larger samples, as well as enable the comparison between data obtained in different subjects and contexts, with gains for clinical and research spheres. Objective: to adapt the Brazilian Auditory Functional Performance Indicators (FAPI) protocol for a reduced version, including the production of material and an application manual. Method: a descriptive and cross-sectional study with quantitative and qualitative approach, carried out with seven speech-language pathologists who applied the protocol in 34 hard of hearing children and their caregivers. The validity of content as well as the reliability of the instrument were evaluated through the analysis of semantic equivalence, the satisfaction evaluation of speech therapists and the statistical tests of Cronbach and Kappa coefficients. Results: it was adapted the reduced version named FAPI-r, with coefficients that indicated internal consistency and inter appraisers agreement almost perfects. Speech-Language Pathologists reported satisfaction with the protocol and referred that the application manual facilitated the understanding of how to use it. However, there was a lack of agreement between the assessment of speech-language pathologists and the families' responses, indicating the need for greater inclusion of the family in the therapeutic scenario, with systematic guidance on what to expect from the progression of auditory abilities for the hard of hearing child. Conclusion: The adaptation of the FAPI-r was fulfilled, confirming its validity and reliability, with future outspread for the research and clinical contexts in the (re) auditory habilitation.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7634
Other Identifiers: 2015074185
Appears in Collections:Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adaptação do protocolo Indicadores de Performance Funcional Auditiva Versão Reduzida_TCC_2018
Restricted Access Until 2021-12-12
Texto Completo1,87 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.