Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7579
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlbuquerque, Glauce Lílian Alves de-
dc.contributor.authorCosta, Priscila Bessa Maciel Bertoldo da-
dc.date.accessioned2018-10-29T18:40:54Z-
dc.date.available2018-10-29T18:40:54Z-
dc.date.issued2018-06-29-
dc.identifier2012910540pt_BR
dc.identifier.citationCOSTA, Priscila Bessa Maciel Bertoldo da. Complexo Campus: recomendações para a residência universitária de graduação do Campus Central da UFRN sob o olhar do usuário. 2018. 104f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Tecnologia. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7579-
dc.description.abstractOn the Brazilian context, student housing constitutes important housing typology since they are properties intended to settle students and, specifically on the studied case, at no charge, since it has as target audience lower income students, who are often times original from distinct cities than which the higher educational institutions are located. At Natal (RN), Universidade Federal do Rio Grande do Norte’s (UFRN) Undergrad University Residence on Central Campus can’t meet the rising demand for vacancies at the housing – which underline the need for more units. Therefore, the academic interest turns back to creating new residences other than to the evaluation and questioning of how satisfactory and functional are the current existing residential buildings on Campus. Inside Complexo Campus it is noticeable the under sizing of internal rooms as well as their under use. The high density of four people by room and thirty-two by floor along with the noticed design problems foster an environment that directly affects the alumni behavior regarding the Residence and their personal interactions. So, with the intention of experience and validate resident students’ perspectives, and ensure comfortable spaces that better meet their needs, the main goal is to offer spatial adjustments at preliminary draft level, using Environmental Psychology in order to perform a Post-Occupancy Evaluation (POE). In order to obtain this result, a multimethod approach was needed, applying questionnaires with the students, carrying out “walkthrough” and behavioral mappings centered on the place (Sommer; Sommer, 2002), checking current regulations, and general observations, apart from an extensive collation of authors from this field of study - in order to establish concepts such as “personalization”, “territoriality”, “privacy” and “appropriation” -, such as Ornstein (1992), Sommer (1973), Rabinowitz (1984), Castro (2009, 2010), Malard (1992) and Elali (1998, 2000, 2013, 2015, 2017), to apply the user’s view as guiding element to make refurbishing design decisions that may occur on three implementation phases – short, medium and long term.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectResidência universitária - Monografiapt_BR
dc.subjectMoradia Estudantil - Monografiapt_BR
dc.subjectAvaliação Pós-Ocupação - Monografiapt_BR
dc.subjectProjeto de Reforma - Monografiapt_BR
dc.subjectStudent Housingpt_BR
dc.subjectPost-Occupancy Evaluationpt_BR
dc.subjectRefurbishing projectpt_BR
dc.titleComplexo Campus: recomendações para a residência universitária de graduação do Campus Central da UFRN sob o olhar do usuáriopt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Elali, Gleice Virgínia Medeiros de Azambuja-
dc.contributor.referees2Barros, Michele Ribeiro Fernandes Maia-
dc.description.resumoNo contexto brasileiro, as residências universitárias configuram-se como importantes tipologias habitacionais, uma vez que são imóveis destinados a acomodarem estudantes e, mais especificamente no caso estudado, os recebem gratuitamente, uma vez que tem como público-alvo alunos de baixo poder econômico, provenientes de cidades distintas das quais estão situadas as instituições de ensino superior que frequentam. Em Natal (RN), a Residência Universitária de Graduação do Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) não consegue suprir a crescente demanda por vagas na moradia – o que evidencia a necessidade de mais unidades. Com isso, o interesse acadêmico se volta mais para a criação de novas residências do que para a avaliação e questionamento do quão satisfatório e funcional são as edificações residenciais existentes no Campus. Dentro do Complexo Campus percebe-se o subdimensionamento dos cômodos internos, bem como sua consequente subutilização. A alta densidade de quatro pessoas por quarto e trinta e duas por pavimento em conjunto com os problemas projetuais constatados, propicia um ambiente que afeta diretamente o comportamento dos discentes em relação à Residência e suas interações pessoais. Assim, com a intenção de conhecer e validar a perspectiva dos alunos moradores deste complexo residencial, e assegurar espaços confortáveis que melhor atendam suas necessidades, objetiva-se propor adequações espaciais em nível de estudo preliminar no local utilizando da Psicologia Ambiental para a realização de uma Avaliação Pós-Ocupação (APO). Para a obtenção deste resultado se fez necessária uma abordagem multimétodos, com a aplicação de questionários com os discentes, realização de walkthrough e mapeamentos comportamentais centrados no lugar (Sommer; Sommer, 2002), consulta a normatizações vigentes, e observações, além de uma vasta compilação de autores da área a fim de estabelecer conceitos como “personalização”, “territorialidade”, “privacidade” e “apropriação”, tais como Ornstein (1992), Sommer (1973), Rabinowitz (1984), Castro (2009, 2010), Malard (1992) e Elali (1998, 2000, 2013, 2015, 2017), para assim empregar o olhar do usuário como elemento norteador para a tomada de decisões projetuais de reforma que podem ocorrer em três fases de implementação – curto, médio e longo prazo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentArquitetura e Urbanismopt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ComplexoCampus_Costa_2018.pdfMonografia10.76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
01-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfImplantação1.49 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
02-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta de Reforma - Campus I632.48 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
03-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Térreo - Campus I661.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
04-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Pvmto Tipo - Campus I852.67 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
05-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta de Reforma - Campus II642.84 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
06-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Térreo - Campus II715.63 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
07-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Pvmto Tipo - Campus II1.28 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
08-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta de Reforma - Campus III e IV692.35 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
09-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Térreo - Campus III e IV683.04 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
10-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfPlanta Pvmto Tipo - Campus III e IV2.05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
11-11_ComplexoCampus_Costa_2018.pdfFachadas1.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.