Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7502
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSouza, Ilka de Lima-
dc.contributor.authorSilveira, Rayanna Beatriz Barbosa da-
dc.date.accessioned2018-10-16T23:09:40Z-
dc.date.available2018-10-16T23:09:40Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier2010033345pt_BR
dc.identifier.citationSILVEIRA, Rayanna Beatriz Barbosa da. A assistência estudantil na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): um diálogo permeado na relação educação x Capital. 2014. 63f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7502-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.subjectTrabalhopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectAssistência Estudantilpt_BR
dc.titleA assistência estudantil na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): um diálogo permeado na relação educação x Capitalpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Souza, Ilka de Lima-
dc.contributor.referees2Nicolau, Maria Célia Correia-
dc.description.resumoO objetivo do presente trabalho é trazer uma discussão a respeito da Política de Assistência Estudantil na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Dessa forma, utilizamos como procedimentos metodológicos a pesquisa bibliográfica, a pesquisa documental, além da pesquisa de campo a partir de entrevistas do tipo semiestruturadas realizada na instituição com alguns alunos que estão inseridos nos programas da mesma. A análise dos dados foi a partir da análise de conteúdo. Buscou-se evidenciar alguns limites e possibilidades que os estudantes beneficiários vivenciam no contexto universitário para permanecerem e concluírem seus estudos da melhor forma possível, considerando os aspectos sociais, políticos e econômicos do modelo de sociedade capitalista vigente. Esta se caracteriza pela divisão em classes fundamentais, onde a classe dominante se apropria do trabalho humano na perspectiva de obtenção de lucros e manutenção do seu poder hegemônico. É um sistema que influencia todas as relações de produção e reprodução social que determina de que forma as práticas educativas devem ser efetivadas para a sociedade. Procurou-se enfatizar o papel da educação no Brasil que está determinado pelos ditames dos organismos internacionais, do significado da expansão do ensino superior, além dos discursos de democratização do acesso a esse nível de ensino. Além disso, no resultado da pesquisa observam-se alguns elementos que associam a Política de Assistência Estudantil ao caráter seletivo, burocrático e focalista das políticas sociais definidas num determinado contexto de Estado neoliberal. Diante disso, percebeu-se que os estudantes beneficiários da assistência estudantil passam por diversas dificuldades, desde o acesso a essa política até a concessão dos benefícios, bem como entraves que não são superados mesmo obtendo os auxílios, sobretudo pela escassez de recursos destinados à política da Universidade e dessa forma a família tem uma importante função de apoio nesse processo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentServiço socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.contributor.referees3Souza, Íris de Lima-
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A assistência_Silva_2014.pdf1.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.