Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7479
Title: “Nova classe média” ou classe trabalhadora mais terceirizada?
Authors: Santos, Jéssica Augusto dos
Keywords: Trabalho;Precarização;Terceirização;Reestruturação produtiva
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS, Jéssica Augusto dos. “Nova classe média” ou classe trabalhadora mais terceirizada?. 2015. 69f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Pretendemos com esse trabalho fazer uma reflexão crítica acerca das particularidades da precarização estrutural do trabalho no Brasil, em especial da terceirização. O objetivo principal deste trabalho é analisar e identificar os processos de precarização e terceirização do trabalho no Brasil e seus principais desdobramentos para a classe trabalhadora, em um contexto de intensificação da lógica da acumulação flexível e da ampla desregulamentação do mercado de trabalho. Para isso, fizemos pesquisa bibliográfica e a coleta de informações e dados secundários disponíveis em sites oficiais. Utilizando o método crítico-dialético como escolha teórico-metodológica, destacamos o período dos governos Lula e Dilma, contrastando o discurso governamental de que o país seria majoritariamente composto por uma “nova classe média” com dados que demostram que a maioria dos postos de trabalho criados nestes governos estavam entre os mais precarizados e que essa ampliação da precarização do mercado de trabalho brasileiro se deu através da terceirização como “nova” modalidade da absorção da força de trabalho assalariada. Localizamos este processo resgatando as particularidades sociais e históricas da precarização estrutural do trabalho no Brasil e considerando o contexto histórico de crise do capitalismo e de ampla regressão dos direitos trabalhistas e previdenciários. A expansão da terceirização no período dos governos petistas se revela como um dos desdobramentos para a classe trabalhadora da nova ofensiva do capital na produção das condições históricas do capitalismo flexível, marcada pela precariedade salarial, pelos contratos flexíveis, altas jornadas de trabalho e alta rotatividade.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7479
Other Identifiers: 2010032659
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nova classe media_Santos_2015.pdfMonografia em serviço social970.97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.