Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7406
Title: O direito à defesa na jurisdição penal internacional: uma análise comparativa com o Direito brasileiro
Authors: Almeida, Luiz Gustavo Alves de
Keywords: Direito de defesa;Jurisdição penal internacional;Conflito;Direito brasileiro;Defensoria pública internacional
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALMEIDA, Luiz Gustavo Alves de. O direito à defesa na jurisdição penal internacional: uma análise comparativa com o Direito brasileiro. 2014. 19f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito), Departamento de Direito, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: Aborda a criação do Tribunal Penal Internacional como incontestável avanço na garantia e proteção dos direitos humanos, tornando permanente e mais efetiva a persecução penal internacional que outrora fora feita através de tribunais de exceção com vistas a processar e punir os praticantes de crimes que violam gravemente os direitos humanos inseridos na competência material do tribunal. Estuda o Tribunal Penal Internacional como uma inovação no ordenamento jurídico internacional, e que, nessa condição, deve transformar-se de acordo com as experiências práticas vivenciadas com o escopo de melhor atender à finalidade para a qual foi instituído, materializando verdadeira evolução. Objetiva, com a devida vênia, apresentar possível lacuna no Estatuto de Roma e, utilizando como metodologia uma análise comparada com o direito brasileiro – examinando também possíveis conflitos normativos – propor uma solução para a lacuna encontrada. Trata como lacuna a possibilidade existente no Estatuto de Roma de o acusado ser investigado, processado e condenado sem que de fato apresente qualquer defesa, seja essa feita por ele próprio ou por um profissional especializado. Oferece argumentos no sentido da necessidade da criação de uma Defensoria Pública Internacional para atuar junto ao Tribunal Penal Internacional e fulminar qualquer hipótese, por mais remota que seja, de haver investigação, processo ou condenação de acusado indefeso.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7406
Other Identifiers: 2009018109
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuizGAA_Monografia.pdf194.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.