Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7282
Title: Índice de Transformação Antrópica (Ita) como suporte para análise da degradação da paisagem no município Jardim de Piranhas-RN.
Authors: Gomes Sobrinho, João Maria
Keywords: Degradação da Paisagem.;Landscape Degradation;Índice de Transformação Antrópica (ITA).;Anthropic Transformation Index (ITA).;Jardim de Piranhas/RN.;Jardim de Piranhas / RN.
Issue Date: 28-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GOMES SOBRINHO, João Maria. Índice de Transformação Antrópica (Ita) como suporte para análise da degradação da paisagem no município Jardim de Piranhas-RN. 2018. 44 f. Monografia (Especialização) - Curso de Geografia, Centro de Ensino Superior do Seridó, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2018.
Portuguese Abstract: Discutir sobre a paisagem é tarefa intima do geógrafo. Esta categoria expressa a complexidade dos elementos físicos-naturais e, quando presente, as repercussões da influência antrópica sobre o mesmo. Assim, o ITA (Índice de Transformação Antrópica) uma ferramenta confiável, simples e objetiva, pode auxiliar no suprimento de uma demanda cada vez maior de informações relacionadas à ação Humana sobre o meio. Desse modo, o trabalho em questão buscara quantificar o grau de degradação da paisagem, no município de Jardim de Piranhas/RN, a partir do índice de transformação antrópica e discutir seus processos causadores. Os procedimentos metodológicos utilizados para alcançar esse objetivo se desenvolveram em dois passos: 1 – criação de uma base de dados correlacionados a um Sistema de Informações Geográficas (SIG), formado por um conjunto de imagens do satélite TM/LANDSAT do ano de 1984 e LISS3/RESOURCE SAT 2 do ano de 2015, bem como arquivos vetoriais referentes a limites municipais e político-administrativos. 2 – processamento dos dados coletados tais como: ampliação de contraste e operações de análise/classificação. A parti de então, para o ano de 1984, foram estabelecidas 5 (cinco) classes de cobertura do solo, com destaque para caatinga rala, que ocupava uma área de 199,66 km² e um ITA de 4,83. Já no ano de 2015 a caatinga rala apresentou uma diminuição de cerca de 55 km² e um ITA de 3,52. Neste mesmo ano a classe solo exposto ocupava uma área de 147,36 km², um aumento de, aproximadamente, 96 km², em relação à área ocupada em 1984. Portanto, as interferências antrópicas mensuradas podem ser associadas às alterações na cobertura do solo e as alterações na paisagem aqui identificadas, como já apontava a metodologia apresentada por Mateo (1984) e corroborada pelos resultados apresentados.
Abstract: Analyzing the landscape is a geographer's job. This expresses the complexity of the physical-natural elements and, when present, the repercussions of the anthropic influence at the same time. Thus, the ATI (Anthropic Transformation Index), a reliable, simple and objective tool, can assist in supplying for an increasing demand for information related to Human action on the environment. Using this, the work in question sought to quantify the degree of degradation of the landscape, in the municipality of Jardim de Piranhas / RN, from the anthropic transformation index and to discuss its causative processes. The methodological procedures used to achieve this goal were developed in three steps: 1 - creation of a database linked to a Geographic Information System (GIS), consisting of a set of images of the TM / LANDSAT satellite for the year 1984 and LISS3 / RESOURCE SAT 2 for the year 2015, as well as vector files for municipal borders and political-administration. 2 - processing of collected data such as: contrast enhancement and analysis / classification operations. At that time, for 1984, five (5) soil cover classes were established, with the arid region in particular, which occupied an area of 199.66 km² and an ITA of 4,83. In the year 2015 the arid region presented already a decrease of about 55 km² and an ITA of 3,52. In the same year, the exposed soil class occupied an area of 147.36 km², an increase of approximately 96 km² in relation to the area occupied in 1984. Therefore, the measured anthropogenic interferences can be associated to the changes in the soil cover and the changes in the landscape identified here, as indicated by the methodology presented by Mateo (1984) and corroborated by the presented results.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7282
Other Identifiers: 2014059961
Appears in Collections:CERES - Geografia (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GOMES SOBRINHO_MONOGRAFIA.pdfTrabalho final1,61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons