Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7200
Title: Alterações orais em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise
Authors: Cardoso, Lana Karen Avelino
Keywords: Insuficiência Renal Crônica;Alterações orais;Saliva
Issue Date: 22-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CARDOSO, Lana Karen Avelino. Alterações orais em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: A Insuficiência Renal Crônica (IRC) é considerada um problema de saúde pública, por apresentar alta incidência no mundo. Esta condição pode acarretar em alterações orais que podem comprometer o estado de saúde geral do paciente. Objetivos: Analisar parâmetros sialométricos (fluxo salivar, pH e capacidade tampão) e presença de alterações orais em portadores de IRC em hemodiálise. Metodologia: A pesquisa caracteriza-se por ser estudo transversal e observacional, constituída por dados clínicos e demográficos de pacientes portadores de IRC (n=50), comparados com pacientes sistemicamente saudáveis (n=20). Utilizou-se o teste Qui-quadrado e Exato de Fisher para associação entre as variáveis categóricas, e o Mann-Whitney foi aplicado para se obter a comparação das variáveis quantitativas entre os grupos analisados. Para todos os testes nível de significância adotado foi 95%. Resultados: No grupo de pacientes portadores de IRC, a maioria (56%) apresentou halitose, grande parte (69,5%) tinha cálculo dentário visível e 26%, alguma lesão em mucosa oral. Foi constatado CPO-D médio de 13,94. Foi encontrada diferença estatisticamente significativa entre os valores de Fluxo salivar (p=0,001) e do pH (p=0,037) com o grupo controle, mas não houve diferença significativa nos valores da capacidade tampão da saliva, nem desses valores com a idade, sexo, tempo de hemodiálise, quantidade líquido ingerido diariamente, medicamentos em uso ou comorbidades. Conclusão: A saúde bucal dos pacientes com IRC foi considerada precária, o que pode comprometer a realização do transplante. Assim, salienta-se a importância do conhecimento e da inserção do cirurgião-dentista à equipe de assistência ao paciente com IRC.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7200
Other Identifiers: 2013087021
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Alterações orais em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise.pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.2700.56 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.