Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7194
Title: Estudo comparativo entre clareamento caseiro e clareamento profissional
Authors: Lima Filho, Nelson Antonio Medeiros de
Keywords: Peroxido de hidrogênio;Peróxidos;Clareamento dental;Ensaio clínico
Issue Date: 22-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA FILHO, Nelson Antonio Medeiros de. Estudo comparativo entre clareamento caseiro e clareamento profissional. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: A procura de um sorriso branco como padrão de beleza e a variedade de técnicas e produtos traz dificuldades para o clínico em relação a um correto planejamento e execução do tratamento clareador. Objetivo: Realizar uma revisão integrativa da literatura para discutir as dúvidas mais frequentes dos profissionais com relação aos principais pontos divergentes sobre duas técnicas de clareamento dental, caseiro e em consultório procurando verificar as vantagens e as desvantagens, eficácia e longevidade assim como, segurança e efeitos colaterais dos diferentes procedimentos de clareamento, considerando dentes vitais. Métodos: Foram feitas buscas nas bases de dados LILACS, Scopus, Portal Scielo e Pubmed. Os critérios de escolha dos artigos foram: pesquisas em humanos com dentes vitais, artigos escritos nos idiomas inglês e português, com no máximo 10 anos de publicação. Resultados: A busca resultou em 19 artigos selecionados de um universo de 872 artigos que focavam no clareamento profissional e no caseiro. Conclusão: Ambas as técnicas, caseira e de consultório resultam em mudanças de cor semelhante. As substancias clareadoras, peroxido de hidrogênio e peroxido de carbamida, podem ser utilizadas em gel, com sucesso tanto na técnica caseira como na técnica de consultório, porem com percentual de concentração diferente. O uso noturno do peróxido de carbamida à 16% ou o uso diurno do peróxido de hidrogênio à 6% utilizando moldeiras individualizadas durante duas semanas na técnica caseira, apresentam resultados de clareamento semelhante ao de consultório com uso do peróxido de hidrogênio a 38% aplicados em 3 sessões com intervalos de 2 semana sem ativação de luz, com efeitos colaterais mínimos e transitórios. O uso da luz como ativador na técnica de consultório reduz o tempo de utilização do gel e aumento da sensibilidade dentinária. A técnica que mostrou maior percentual de satisfação do paciente foi a caseira com peróxido de carbamida a 16%, já que o conforto durante o tratamento é julgado como um item tão importante quanto a eficiência do clareamento para o paciente.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7194
Other Identifiers: 2010067002
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Estudo comparativo entre clareamento caseiro e clareamento profissional..pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.21.12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.