Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7190
Title: Eficiência mastigatória de usuários de prótese total convencional superior e prótese total imediata inferior: um estudo de casos
Authors: Araújo, Henrique Stenio Galvão de
Keywords: Prótese total imediata;função mastigatória;eficiência mastigatória;performance mastigatória
Issue Date: 22-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Henrique Stenio Galvão de. Eficiência mastigatória de usuários de prótese total convencional superior e prótese total imediata inferior: um estudo de casos. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: A prótese total imediata é uma alternativa de tratamento protético provisória quando todos os dentes precisam ser removidos. Portanto, é importante avaliar a função mastigatória destas próteses em comparação à sua condição inicial. Objetivo: Avaliar a eficiência mastigatória de pacientes que receberam prótese total imediata mandibular em comparação à condição inicial. Metodologia: Foram selecionados sete pacientes que foram submetidos ao teste de eficiência mastigatória antes e após a reabilitação com prótese total imediata inferior através de testes que medem a capacidade dos indivíduos em reduzir partículas em um determinado número de ciclos mastigatórios. Todos os pacientes deveriam possuir uma prótese total convencional no arco antagonista. O alimento-teste de escolha, Optocal, foi mastigado durante 20 ciclos. O alimento-teste triturado foi despejado em um conjunto de tamises granulométricas sob vibração, passando por secagem, para posterior pesagem. Os dados foram tabulados para análise descritiva. Resultados: Participaram deste estudo sete pacientes do sexo feminino, com idades entre 51 e 74 anos. Os elementos removidos variaram de 1 a 5. Observou-se um desempenho mastigatório semelhante em todos os casos estudados, com aumento no valor do diâmetro médio das partículas, resultando em diminuição da eficiência mastigatória após a reabilitação. Conclusão: Após 3 meses de uso das próteses, a eficiência mastigatória foi reduzida em relação a condição inicial. O teste de eficiência pode colaborar para o melhor esclarecimento e analise da função mastigatória. Além de servir de parâmetro objetivo para avaliação do sucesso do tratamento prestado.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7190
Other Identifiers: 2013087030
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Eficiência mastigatória de usuários de prótese total convencional superior e prótese total imediata inferior um estudo de casos..pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.21.15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.