Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7186
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMedeiros, Ana Miryam Costa de-
dc.contributor.authorBezerra, Hanna Isa de Oliveira-
dc.date.accessioned2018-08-30T12:15:28Z-
dc.date.available2018-08-30T12:15:28Z-
dc.date.issued2017-11-22-
dc.identifier2013076510pr_BR
dc.identifier.citationBEZERRA, Hanna Isa de Oliveira. Fludroxicortida creme como uma terapia alternativa para queilites actínicas. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7186-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectLábiopr_BR
dc.subjectInflamaçãopr_BR
dc.subjectQueilitepr_BR
dc.subjectFlurandrenolonapr_BR
dc.subjectProtetores solarespr_BR
dc.titleFludroxicortida creme como uma terapia alternativa para queilites actínicaspr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Medeiros, Ana Miryam Costa de-
dc.contributor.referees2Oliveira, Patrícia Teixeira de-
dc.description.resumoObjetivo: Avaliar, através de acompanhamento clínico, a eficácia da Fludroxicortida 0,125 mg/g (Drenison®) creme no tratamento da queilite actínica (QA). Materiais e Métodos: Vinte e três pacientes diagnosticados com QA participaram da pesquisa. Foram colhidos dados sociodemográficos, clínicos e histopatológicos e registrado o aspecto clínico do lábio por fotografia digital. Destes, quinze foram submetidos à corticoterapia com Fludroxicortida, estendida por até seis semanas, aplicada três vezes ao dia, associada ao protetor solar labial (PSL) sempre antes de exposição solar. No grupo controle de oito pacientes, instituiu-se apenas uso do PSL. A cada retorno semanal, um novo registro fotográfico era feito. Finalizado o tratamento, as imagens foram avaliadas e atribuiu-se escores para a evolução clínica. Ainda, aqueles tratados com a Fludroxicortida responderam a um questionário que avaliou tolerabilidade ao fármaco e satisfação com o tratamento. Resultados: No grupo tratado com a Fludroxicortida (n=15), cinco pacientes exibiram melhora total (escore 1), sete apresentaram melhora parcial (escore 2) e três não apresentaram mudança no aspecto clínico (escore 3). Dos pacientes tratados com PSL (n=8), um apresentou total remissão das características clínicas da lesão, quatro tiveram melhora parcial e três não exibiram alteração das características clínicas do lábio. Nenhum caso apresentou piora. Dos quinze pacientes submetidos à corticoterapia, doze mostraram-se satisfeitos e relataram que o produto não foi irritante para os lábios e que contribuiu para melhora das lesões. Conclusão: O tratamento convencional com PSL trouxe resultados positivos na remissão de algumas lesões de QA, no entanto, em associação com a Fludroxicortida, obteve-se resultado superior, principalmente nos casos mais severos, com cinco pacientes apresentando remissão completa da lesão. Por ser uma terapia não invasiva, que trouxe bons resultados clínicos, segurança e tolerabilidade na maioria dos casos, a Fludroxicortida pode ser considerada uma alternativa eficaz no tratamento da QA.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentOdontologiapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3Queiroz, Lélia Maria Guedes-
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Fludroxicortida creme como uma terapia alternativa para queilites actínicas.pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.21.98 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.