Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7143
Title: Validação de biomarcadores de senescência em Células-Tronco Mesenquimais humanas
Authors: Silva, Kamilla Karla da
Keywords: Senescência;Instabilidade genômica;SASP;Células-tronco mesenquimais humanas;Biomarcadores
Issue Date: 22-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Kamilla Karla da. Validação de biomarcadores de senescência em células-tronco mesenquimais humanas. 2018. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Departamento de Biologia Celular e Genética, Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Células-tronco mesenquimais humanas (CTMh) são células com potencial multipotente, capazes de se diferenciar in vitro em linhagem de osteócitos, adipócito e condrócito, capacidade de aderência em superfícies plásticas e presença de marcadores específicos distintas. Essas células têm sido amplamente estudadas, tanto associadas com biomateriais, quanto em estudos que buscam compreender importantes processos como a senescência celular que vem ganhando espaço nas pesquisas. O interesse se da principalmente pela forte relação entre o envelhecimento e o surgimento de doenças complexas, como o câncer e doenças degenerativas, do importante papel da senescência celular nas mudanças fisiológicas e morfológicas de células cultivadas in vitro e da possibilidade de comparação com a senescência in vivo. A partir de resultados anteriores do nosso grupo de pesquisa, onde foi constatada a expressão diferencial de genes ao longo de uma cultura em CTMh extraídas de cordão umbilical, onze genes foram escolhidos e a cinética de expressão de todos foi avaliada via análise de RT-qPCR. Para isso, CTMh de três doadores foram cultivadas desde a passagem 6 à 20 com P8, P12, P16 e P20 sendo utilizadas para análise morfológica das células e da expressão gênica. Dentre os genes estudados, quatro (THBS1, ANKRD1, IGFBP5 e LAMA5) estiveram significativamente mais expressos em P20, sendo, portanto, indicados como novos biomarcadores de senescência celular em CTMh de cordão umbilical. Em posse dos dados validou-se como novos biomarcadores de senescência quatro genes (ANKRD1, IGFBP5, THBS1 e LAMA5), tendo o primeiro apresentado expressão diferencial já na passagem 16 e os outros três mais expressos apenas na passagem 20. Não houve diferença significativa entre as cinéticas de expressão de nenhum dos quatro genes supracitados, apontando, por sua vez, a mudança de passagem como responsável pelas diferenças observadas. Foi possível elucidar ainda a associação de cada um com as características morfológicas apresentadas e suas relações com o perfil produzido pelo fenótipo secretor associado à senescência (SASP).
Abstract: Human mesenchymal stem cells (hMSCs) are cells with multipotent potential, capable of differentiating in vitro in osteocyte, adipocyte and chondrocyte line, adhesion capacity on plastic surfaces and the presence of distinct specific markers. These cells have been extensively studied, both associated with biomaterials, and in studies that seek to understand important processes such as cellular senescence that has been gaining ground in research. The interest is mainly due to the strong relationship between aging and the emergence of complex diseases such as cancer and degenerative diseases, the important role of cellular senescence in the physiological and morphological changes of cells cultured in vitro and the possibility of comparison with senescence in vivo. Previous results from our research group have found the differential expression of genes throughout a culture of hMSCs extracted from umbilical cord eleven genes were chosen and the kinetics of expression of all were assessed via RT-qPCR analysis . For this, CTMh of three donors were cultured from passage 6 to 20 with P8, P12, P16 and P20 being used for morphological analysis of cells and gene expression. Among the genes studied, four (THBS1, ANKRD1, IGFBP5 and LAMA5) were significantly more expressed in P20 and were therefore indicated as new biomarkers of cellular senescence in umbilical cord of hMSCs. Four genes (ANKRD1, IGFBP5, THBS1 and LAMA5) were validated as new senescence biomarkers, with the first presenting differential expression at passage 16 and the other three being expressed only at passage 20. There was no significant difference between the kinetics of expression of none of the four genes mentioned above, pointing, in turn, to the change of passage as responsible for the observed differences. It was also possible to elucidate the association of each one with the presented morphological characteristics and their relations with the profile produced by the secretory phenotype associated with senescence (SASP).
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7143
Other Identifiers: 2015061605
Appears in Collections:Ciências Biológicas (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ValidacaoBiomarcadoresCelulasTronco_Silva_2018.pdf1.37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons