Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7140
Title: A intermitência na EJA nível II sob a ótica dos gestores: um estudo na Escola Municipal Professor Amadeu Araújo
Authors: Silva, Louise Carla Siqueira da
Keywords: Educação de Jovens e Adultos;Intermitência;Desigualdades Sociais
Issue Date: 10-Jul-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Louise Carla Siqueira da.A intermitência na EJA nível II sob a ótica dos gestores: um estudo na Escola Municipal Professor Amadeu Araújo. 2018. 61 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Pesquisa monográfica que trata de um estudo de caso realizado na Escola Municipal Professor Amadeu Araújo, em Natal-RN. O estudo consiste em investigar as possíveis relações de intermitência existente entre as alunas e alunos da EJA nível II, e compreender os principais fatores que levam uma parte do alunado a estabelecer uma relação intermitente com a escola, – movimentos de saída e retorno do aluno no espaço escolar – de acordo com a interpretação da equipe gestora. Para a pesquisa foram considerados os alunos que abandonaram a escola e voltaram no ano seguinte, tendo como parâmetro os últimos cinco anos (2013 – 2018). É sabido que comumente, devido ao imaginário social, a EJA é vista sob um olhar depreciativo e que sua história de luta e permanência possui ligação direta com a luta de classes. A imagem da Educação de Jovens e Adultos é fortemente associada ao fracasso escolar pelo alto índice de evasão, reprovação e repetência na modalidade. Tomou-se como referencial teórico, os estudos de Arroyo (2005 e 2009); Borja e Martins (2014); Bordieu e Passeron (1975); Charlot (2000); Cury (2000); Freire (1997) Haddad e Di Pierro (2000); Mamed (2004); Sampaio (2009), entre outros. As razões que impulsionaram a pesquisa tomaram corpo a partir das experiências acadêmicas e profissionais com os estudantes da EJA, onde a intermitência dos alunos (as) da modalidade foi percebida inicialmente como uma transitoriedade e agora, com este estudo, constatada e quantificada. A análise dos dados evidenciou que a intermitência é uma constante, que vem se fazendo crescente junto aos alunos da EJA nível II da escola pesquisada. Procurei então, através das entrevistas com os gestores da EMPAA, qualificar entender e estabelecer as principais causas que impulsionam a intermitência entre os alunos.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7140
Other Identifiers: 2015082321
Appears in Collections:Pedagogia (Presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IntermitEJAnivII_Monografia_2018.pdfMONOGRAFIA587.57 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.