Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7096
Title: Monitoramento de ambientes recifais através do mergulho recreativo
Authors: Souza, Leonardo Rodrigues de
Keywords: Ciência cidadã;Citizen Science;Peixes recifais;Reefs;Turismo;Tourism
Issue Date: 7-Jul-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA. Leonardo Rodrigues de. Monitoramento de ambientes recifais através do mergulho recreativo. 2018. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ecologia)- Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Os ambientes recifais estão sob fortes ameaças em todo o mundo. Problemas como sobrepesca, mudanças globais e despejo de resíduos antrópicos na água tem causado perda da diversidade nesses ambientes que são considerados um dos mais produtivos e diversos da Terra. Esses impactos precisam ser mitigados e, para que isso ocorra, é preciso uma mudança de hábitos por parte da sociedade. Uma das formas de promover essa mudança é com o envolvimento da população em atividades de monitoramento e coleta de dados que podem ser usados em pesquisas cientificas. A ciência cidadã alia ciência e sociedade, sendo uma maneira de divulgar o conhecimento científico e estimular a curiosidade e o compromisso em preservar o meio ambiente. O presente trabalho avaliou um protocolo de monitoramento no qual mergulhadores recreativos puderam monitorar voluntariamente espécies chave de peixes recifais em um recife costeiro do Rio Grande do Norte. O protocolo foi aplicado buscando avaliar a habilidade dos mergulhadores voluntários em identificar e contar peixes recifais, gerando dados para o monitoramento. Durante o mesmo período, mergulhadores cientistas realizaram censos visuais da comunidade de peixes, possibilitando comparações com os dados coletados através dos protocolos feitos pelos mergulhadores voluntários. Os dados provenientes das duas metodologias foram comparados, sendo observadas diferenças na composição das comunidades amostradas. Enquanto os mergulhadores voluntários detectaram melhor espécies menos comuns e com maior mobilidade, os mergulhadores cientistas foram capazes de registrar maiores abundâncias e identificar algumas espécies com mais precisão (p.ex. budiões). Logo, o protocolo é uma ferramenta eficiente no monitoramento de espécies com maior mobilidade em uma abordagem complementar aos métodos científicos usuais. O uso das duas metodologias no monitoramento pode ser ideal para detectar mudanças sutis nas comunidades. A avaliação dos voluntários sobre a experiência de realizar o protocolo foi positiva e os níveis de experiência dos mergulhadores voluntários não influenciou a qualidade dos dados coletados, logo o protocolo utilizado tem um potencial alto de replicação e ampliação do escopo espacial.
Abstract: Reef environments are among the most productive and diverse ecosystems on Earth, but are also threatened due to overfishing, global changes and pollution causing biodiversity loss. To mitigate these threats, severe changes in the habits of the human society are needed. One way to promote this is through population involvement in monitoring activities and scientific data collection (citizen-science), disseminating scientific knowledge and stimulating the curiosity and commitment to preserve the environment. The present study evaluated a monitoring protocol for recreational divers who voluntarily monitored patterns of abundance of key reef fish species in a coastal reef of Rio Grande do Norte. The protocol has been applied during recreational diving operations of a local company, aiming to evaluate the ability of volunteer divers in identifying and counting key reef fishes to generate data for monitoring. During the same period, researchers conducted visual censuses of the fish community for comparisons. Even though the information collected by volunteer divers was relatively similar to the collected by the scientific divers, the community composition varied between the methods. This may have occurred because the volunteers were able to better detect rare species and species with greater mobility in comparison to the scientists, probably because 40m² transects may be a limiting factor to detect large animals and with greater mobility. However, the scientific diver was able to count some species more accurately than the volunteer diver, for example parrotfishes. Therefore, the protocol may be an efficient tool for detect rare species and species with greater mobility, monitoring and may complement traditional scientific methods. The simultaneous use of the two methodologies for monitoring may enhance our ability to detect subtle changes in the reef fish communities. The assessment made by the volunteers about participating in this research was positive and the levels of diving experience of the volunteers did not affect the data collected by them. Therefore, this protocol presents a high potential for replication in other areas.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7096
Other Identifiers: 2013076538
Appears in Collections:Ecologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AmbientesRecifais_Souza_2018.pdfMonografia842.73 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.