Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7087
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Edna Maria da-
dc.contributor.authorBrito Júnior, Aurino Fernandes de-
dc.date.accessioned2018-08-09T13:27:18Z-
dc.date.available2018-08-09T13:27:18Z-
dc.date.issued2017-11-22-
dc.identifier2012008598pr_BR
dc.identifier.citationJUNIOR, Aurino Fernandes de Brito. Nível de percepção do cuidador sobre a importância da manutenção da saúde oral de pacientes internados em unidades de terapia intensiva. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7087-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectUnidades de terapia intensivapr_BR
dc.subjectHigiene bucalpr_BR
dc.subjectPercepçãopr_BR
dc.subjectEnfermagempr_BR
dc.subjectEquipe de assistência ao pacientepr_BR
dc.titleNível de percepção do cuidador sobre a importância da manutenção da saúde oral de pacientes internados em unidades de terapia intensivapr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1SILVA, Edna Maria da-
dc.contributor.referees2COSTA, Iris do Céu Clara-
dc.description.resumoIntrodução: A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é um setor hospitalar no qual o paciente requer cuidado e observação constante da equipe de saúde, pois estes se encontram em estado debilitado e necessitam de cuidados diários, tanto na higienização oral, quanto geral. Na maioria das UTI, a equipe de enfermagem é responsável por esse cuidado oral do paciente. Objetivos: Buscar conhecer o nível de percepção do cuidador sobre a importância da manutenção da saúde oral do paciente interno em UTI. Métodos: A amostra desse estudo foi constituída por 50 profissionais de enfermagem de um hospital particular de Natal-RN que responderam a um questionário previamente validado. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise através da estatística descritiva. Resultados: A média de idade dos sujeitos entrevistados foi de 37.78 anos (±8.716), o tempo de atuação profissional foi de 12.52 anos (±7.075) e eram em sua maioria do sexo feminino (78%) com formação de técnicos de enfermagem (86%). De um modo geral, a maioria dos entrevistados afirmou realizar higienização oral do paciente internado na UTI, mesmo quando o paciente está sob intubação (98%), porém, mais de 60% não sabiam o que é biofilme dentário, mas responderam ter recebido treinamento para o manejo oral do paciente. Conclusões: Os resultados sugeriram que a equipe de cuidadores do paciente de UTI em questão, possui um certo nível de conhecimento/percepção sobre saúde oral, mas identificou algumas falhas no manejo e cuidados com a saúde bucal desses pacientes, assim como a necessidade de institucionalização de um protocolo único que norteie as ações desenvolvidas.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentOdontologiapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3FERREIRA, Maria Ângela Fernandes-
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Nível de percepção do cuidador sobre a importância da manutenção da saúde oral de pacientes internados em unidades de terapia intensiva.pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.21.24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.