Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7083
Title: Manifestações bucais em crianças respiradoras orais assistidas no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) – UFRN
Authors: Alves, Alanny Karla de Souza
Keywords: Respiração Bucal;Má oclusão;Manifestações bucais;Criança
Issue Date: 22-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Alves, Alanny Karla de Souza. Manifestações bucais em crianças respiradoras orais assistidas no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) - UFRN. 2017. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: A respiração oral é caracterizada por um padrão de respiração bucal causada por um desvio adquirido, podendo ser de origem obstrutiva ou por hábitos deletérios. Esse padrão de respiração pode desenvolver algumas alterações bucais, como maloclusões, ausência de selamento labial, atresia maxilar, palato ogival, maior risco de desenvolver lesões cariosas, bruxismo e alterações periodontais. Objetivos: Verificar os principais achados bucais em crianças respiradoras orais assistidas nem uma universidade pública. Métodos: As crianças atendidas no projeto de Respirador Oral da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, desenvolvido no ambulatório Multiprofissional de Respirador Oral – Hospital Universitário Onofre Lopes, foram, através da consulta aos seus responsáveis, convidadas a participar da pesquisa. Todas as exigências éticas foram cumpridas. As crianças foram submetidas a uma consulta de rotina de prevenção odontológica e nela averiguada os aspectos referentes a padrão de oclusão, formato do palato, dimensão do palato, deficiência no selamento labial, índice de cárie, presença de bruxismo e alterações periodontais. Os dados coletados foram inseridos no programa SPSS para análise descritiva. Resultados: Os achados bucais mais prevalentes nos respiradores orais estudados foram o palato ogival 14 (42,4%), a mordida profunda 8 (24,24%), seguidos da deficiência de selamento labial 7 (21,21%). Sete (21,21%) crianças apresentaram bruxismo e 7 (24,24%) sobremordida aberta anterior. Quanto à cárie dentária, a amostra apresentou um CPO/ceo-D médio de 1,68 e um IPV com uma média de 11,4 faces. Conclusão: A respiração oral está intimamente relacionada a alterações na cavidade bucal. Na presente pesquisa, a sobremordida profunda e o palato ogival apresentaram-se como os achados bucais mais prevalentes. Novos estudos com desenhos metodológicos mais abrangentes e uma amostra mais representativa se fazem necessários para a evolução do conhecimento acerca dessa temática em questão.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7083
Other Identifiers: 2014079641
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[2017.2] Manifestações bucais em crianças respiradoras orais assistidas no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) – UFRN 2017.pdfTrabalho de conclusão de curso - odontologia 2017.21.19 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.