Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/7082
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGurgel, Bruno César de Vasconcelos-
dc.contributor.authorOliveira, Éric Pereira Silva de-
dc.date.accessioned2018-08-09T13:12:56Z-
dc.date.available2018-08-09T13:12:56Z-
dc.date.issued2017-11-22-
dc.identifier2012956048pr_BR
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Éric Pereira Silva de. Efeito da terapia periodontal básica sobre os parâmetros clínicos periodontais de pacientes reabilitados com próteses parciais removíveis classe I de Kennedy: uma avaliação de 48 meses. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/7082-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectDoença Periodontalpr_BR
dc.subjectPrótese Parcial Removívelpr_BR
dc.subjectHigiene bucalpr_BR
dc.titleEfeito da terapia periodontal básica sobre os parâmetros clínicos periodontais de pacientes reabilitados com próteses parciais removíveis classe I de Kennedy: uma avaliação de 48 meses.pr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1GURGEL, Bruno César de Vasconcelos-
dc.contributor.referees2OLIVEIRA, Angelo Giuseppe Roncalli da Costa-
dc.description.resumoAs Próteses Parciais Removíveis podem conduzir a mudanças na quantidade e qualidade do biofilme dentário que se não for corretamente removido pode causar danos aos dentes e periodonto. O objetivo desse estudo foi avaliar longitudinalmente o efeito da terapia periodontal básica sobre os parâmetros clínicos de elementos pilares diretos e indiretos de pacientes usuários de próteses parciais removíveis classe I de Kennedy durante 48 meses. 30 pacientes diagnosticados com periodontite crônica foram tratados e avaliados de acordo com o Índice de Placa Visível (IPV), Sangramento à Sondagem (SS), Profundidade de Sondagem (PS), Retração Gengival (RG), Nível Clínico de Inserção (NCI), Mucosa Ceratinizada (MC) e Mobilidade Dentária (MD). Os parâmetros foram comparados entre os pilares diretos e indiretos no baseline, 6, 18 e 48 meses. Os dados foram analisados estatisticamente pelos testes de Friedman, Wilcoxon e exato de Fisher. Ao final do estudo, apenas 14 pacientes completaram os 48 meses. A maioria dos pacientes era do sexo feminino (78,6%) e com média de idade de 66 anos (±7,8). Ao final dos períodos de reavaliação apenas o IPV mostrou redução significativa para os pilares diretos e indiretos. A PS, RG, NCI e MC apresentaram valores maiores ao final do estudo e o SS também aumentou aos 48 meses para os pilares diretos. Os pilares indiretos apresentaram maior frequência de MD. Os resultados indicam que a terapia periodontal se mostrou eficaz nos 18 primeiros meses, sendo necessário haver uma periodicidade mínima de retornos para realizar a terapia de manutenção e assim buscar manter uma saúde periodontal adequada em longo prazo.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentOdontologiapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3LINS, Ruthineia Diogenes Alves Uchoa-
Appears in Collections:Odontologia



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.