Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6986
Title: O trabalho infantil na agricultura familiar: um estudo na Agrovila de Canudos, em Ceará-mirim (RN)
Authors: Grilo, Andressa Câmara
Keywords: Trabalho infantil;Agricultura familiar;Princípio da proteção Integral
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GRILO, Andressa Câmara. O trabalho infantil na agricultura familiar: um estudo na Agrovila de Canudos, em Ceará-mirim (RN). 2014. 119f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Direito, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O objetivo deste estudo é compreender o trabalho infantojuvenil na agricultura familiar na agrovila de Canudos sob a perspectiva do Princípio da Proteção Integral. Buscou-se relacionar o fenômeno com as distinções doutrinárias entre trabalho infantil e força laboral infantil, bem como perquirir a influência dos fatores culturais e econômicos, além de investigar as consequências para a saúde e para a educação das crianças e adolescentes. O trabalho de campo ocorreu em duas fases e teve como participantes 5 mães residentes na agrovila Canudos e 5 mães que habitam a agrovila Rosário. Na primeira fase, realizou-se um levantamento inicial, cujo objetivo foi investigar quantas famílias vinculadas à cooperativa de Canudos possuíam filhos na idade de 5 a 17 que exerciam atividades na agricultura familiar. Na segunda fase, foram realizadas 10 entrevistas semiestruturadas com as mães, sendo 5 delas residentes em Canudos cujos filhos trabalhavam na agricultura familiar e 5 habitantes de Rosário cujos filhos não trabalhavam. Em todas as entrevistas com as mães de Canudos, foram identificados elementos que configuram a exploração do labor infantojuvenil na agrovila, com a incidência em todas elas do trabalho de risco. Nas entrevistas realizadas com as mães de Rosário, apenas uma delas demonstrou a caracterização do trabalho positivo desenvolvido por filho na agricultura familiar. Na visão das mães, o labor de crianças e adolescentes é percebido como favorável à aprendizagem, à solidariedade e à preservação do modo de vida dos pais. Buscou-se compreender as falas das mães para além da ótica dos atores sociais sobre o trabalho infantil realizado na agricultura, demonstrando a influência do capitalismo. Além disso, constatou-se que o trabalho de crianças e adolescentes na agricultura familiar gera consequências para a saúde e para a formação educacional dos trabalhadores precoces. Os resultados encontrados demonstram que o trabalho infantojuvenil na agricultura familiar de Canudos viola o Princípio da Proteção Integral. Por outro lado, o trabalho de crianças e adolescentes caracterizado como positivo por uma das mães de Rosário se compatibiliza com o citado princípio.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6986
Other Identifiers: 2009017382
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndressaCG_Monografia.pdfMonografia em direito880.66 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.