Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6958
Title: Responsabilidade civil do estado e os movimentos populares de 2013
Authors: Lima, André Gomes de
Keywords: Movimento multitudinário;Responsabilidade civil;Estado
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA, André Gomes de. Responsabilidade civil do estado e os movimentos populares de 2013. 2014. 83f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Direito, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: No ano de 2013, ocorreram significativos movimentos populares no Brasil, com os mais diversos objetivos, entre os quais se destacaram a redução da tarifa do transporte público e o fim da corrupção. Houve adesão expressiva da população a tais movimentos de cunho multitudinário, de modo que se mostra relevante compreender os efeitos jurídicos resultantes dos atos de depredação de bens alheios e de repressão policial abusiva ocorridos, notadamente no campo da responsabilidade civil do Estado. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa, embasada na doutrina e na jurisprudência do Brasil, com o fito de analisar se o Estado possui, ou não, responsabilidade civil em razão dos atos referidos. Notou-se que no Brasil, em geral, a jurisprudência, seguida pela doutrina, somente atribui ao Estado a responsabilidade por atos multitudinários se houve omissão sua no dever de segurança pública, devendo-se, pois, demonstrar a sua culpa. Por outro lado, em se tratando de repressão policial ilícita, observou-se que tal conduta é atribuível diretamente ao Estado, em face de sua responsabilidade objetiva por ações danosas de seus órgãos ou agentes. Assim, no caso específico dos movimentos de 2013, considerando não ter havido omissão estatal na segurança pública, é, em tese, descabida a atribuição de responsabilidade ao Estado por danos a bens alheios. Contudo, no que concerne aos atos abusivos policiais, é perfeitamente possível imputar ao Estado, objetivamente, a responsabilidade por tais ações.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6958
Other Identifiers: 2009017366
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndréGL_Monografia.pdfMonografia em Direito1.17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.