Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6937
Title: Balanço hídrico como contribuição ao estudo de impactos socioambientais na cidade de Natal/RN: um estudo de caso
Authors: Costa, Priscila Machado da
Keywords: Desastre ambiental;Excesso Hídrico;Climatologia Urbana
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Priscila Machado da. Balanço hídrico como contribuição ao estudo de impactos socioambientais na cidade de Natal/RN: um estudo de caso. 2018. 45f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia - Bacharelado) - Departamento de Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O objetivo da pesquisa é investigar a dinâmica do balanço hídrico climatológico e interações com os impactos socioambientais: um estudo de caso ocorrido no bairro de Mãe Luiza na cidade de Natal/RN. A realização da pesquisa envolveu etapas de levantamento, tratamento, análise e interpretação de dados pré-existentes. Os dados climatológicos (série histórica) analisados na pesquisa foram obtidos junto a Estação Climatológica da UFRN, constituindo de uma série de 34 anos (1984 a 2017). Foi necessária a análise do balanço hídrico do ano de 2014, ano de ocorrência do desastre do Bairro de Mãe Luiza na cidade de Natal/RN. O balanço hídrico climatológico foi realizado pelo método de Thornthwaite & Mather (1955). Os resultados da análise do Balanço Hídrico de Natal mostraram que nos meses de fevereiro a agosto, a precipitação é superior a evapotranspiração, tanto a potencial como a de referência. Junho é o mês com maior taxa de precipitação, uma média de 336,9 mm.Nessa época do ano a disponibilidade de radiação solar na superfície é menor devido a forte nebulosidade, além disso, tem-se forte chuvas com declínio de temperatura o que ocasiona a baixa taxa de evapotranspiração. A partir do mês de agosto a precipitação fica menor que a evapotranspiração e o balanço hídrico se torna negativo, iniciando o período de retirada de água no solo. O balanço hídrico climatológico para o ano de 2014 (ano do desastre ambiental no Bairro de Mãe Luiza) mostrou que a precipitação foi atípica em relação à média, com destaque para o mês de abril que choveu 81,9mm, bem abaixo da média (248,2 mm), setembro que a precipitação ficou pouco acima da evapotranspiração e com maior proeminência o mês de junho que choveu 538,5 mm, ficando acima de média climatológica mensal (336,9 mm), convém citar que no dia 14/06/2014 choveu 222,2 mm, ou seja, choveu 41,2% em apenas um dia. Assim, no mês de junho houve um excesso de 421,9 mm, 52,6% superior a média climatológica (222,0 mm). Esse excesso está ligado à forte energia cinética e erosividade da chuva, que com o solo desnudado tem-se uma grande probabilidade de erosão, culminando com o desastre no Bairro de Mãe Luiza, Natal/RN.
Abstract: The purpose of this research is to investigate the dynamics of the climatic water balance and interactions with socioenvironmental impacts: a case study happened in the neighborhood of Mãe Luiza in Natal/RN city. The fulfillment of the research involved data collection, analysis and interpretation of pre-existing data. The climatological data (historical series) analyzed in the research were obtained from the Climatological Station of UFRN, constituting a series of 34 years (1984 to 2017). It was necessary to analyze the water balance for the year 2014, the year of the disaster of the neighborhood of Mãe Luiza in the Natal / RN city. The climatic water balance was performed by the method of Thornthwaite & Mather (1955). The analysis results of the Natal Water Balance showed that in the months of February to August, precipitation is superior to evapotranspiration, both potential and reference. June is the month with the highest precipitation rate, a averange of 336.9 mm. On this year period the availiability of solar radiation is lower than evaptranspiration and the water balance becomes negative, starting the period of withdrawal of water from the soil. The climatic water balance for the year 2014 (year of the environmental disaster in the neighborhood of Mãe Luiza) showed that the precipitation was atypical of the average, with highlight for the month of April that it rained 81.9mm, well below the average (248.2 mm). In September, precipitation was slightly above evapotranspiration and with more prominence the month of June, which rained 538.5 mm, being above the monthly climatological average (336.9 mm), it should be mentioned that on 06/14/2014 it rained 222.2 mm, in other words it rained 41.2% in just one day. Thus, in the month of June there was an excess of 421.9 mm, 52.6% higher than the climatological average (222.0 mm). This excess is linked to strong kinetic energy and rainfall erosivity, which with the exposed soil has a high probability of erosion, culminating with the disaster in the neighborhood of Mãe Luiza, Natal / RN.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6937
Other Identifiers: 2012992385
Appears in Collections:Geografia (Bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Balançohídrico_Costa_2018.pdf.txtTCC_COSTAPM2.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons