Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6925
Título: MULHERES QUE SE ARRISCAM POR UM RISCO: uma cartografia da pixação e graffiti feminino na cidade de Natal-RN.
Título(s) alternativo(s): Mujeres que se arriesgan por un riesgo: Una cartografía de la pixación y grafito femenino en la ciudad de Natal-RN.
Autor(es): Cruz, Larissa
Palavras-chave: mulheres; pixação; graffiti; cartografia; tags.
Data do documento: 6-Jul-2018
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BUORO, Anamélia Bueno. Olhos que pintam. A leitura da imagem e o ensino da arte. São Paulo: EDUC/ FAPESP/Cortez, 2002. DOWNS. Maps and metaphors. The Professional Geographer, v. 33, n. 3, p. 287-293, 1981. GITAHY, Celso. O que é Graffiti?​ São Paulo: Editora Brasiliense, 1999. GOMES, Paulo Cesar da Costa. O lugar do olhar: elementos para uma geografia da visibilidade/ Paulo Cesar da Costa Gomes. - Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013. SEEMANN, Jörn . Mapas, mapeamentos e a cartografia da realidade. Departamento de Geociências, Universidade Regional do Cariri (URCA),2003. LASSALA, Gustavo. Pichação não é Pixação.​ 1 ed. São Paulo: Altamira, 2010. LOUZADA, Bárbara Eulalio. Por uma Geografia Feminista: Olhares sobre Gênero, Paisagem e Graffiti, ​2016. RANIERE MEDEIROS DA COSTA, P., DOZENA, A.. Paredes Que Falam: Simbolismo e Transgressão Espacial Na Cidade de Natal-RN,​ 2014. SANTOS, Julia Monteiro. Subversão na Paisagem: Do canto do graffiti ao grito da pixação​,2015 SOUZA, David da C. Aguiar: Pichação carioca: etnografia e uma proposta de entendimento​.Rio de Janeiro: Dissertação de mestrado - UFRJ / PPGSA / Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, 2007. TUAN,Yi-Fu, 1930, Espaço e Lugar: A perspectiva da experiencia / Yi-Fu Tuan ; tradução de Lívia de Oliveira. São Paulo: DIFEL, 1983 TUAN, Yi-Fu. Sight and pictures. Geographical Review, v. 69, p. 413-422, 1979.
???metadata.dc.description.resumo???: Mulheres que se Arriscam por um Risco: uma cartografia da pixação e do graffiti na cidade do Natal-RN, pesquisa sobre arte, tem como metodologia a documentação e coleta fotográfica de trabalhos de artistas mulheres e entrevistas não estruturadas a fim de construir uma cartografia feminina das marcas encontradas na cidade de Natal. Colocando as mulheres como protagonistas, uma vez que a rua é marcada como um território que não pertence a elas. Partindo de pesquisa bibliográfica, abordo a pixação e o graffiti que geram marcas visíveis na cidade na contemporaneidade, sob a luz de Yi-Fu Tuan observando seus desdobramentos entre espaço e lugar, junto com Bouro e Downs. Partindo desses dados, dou início a construção de um mapa, focando em 9 mulheres, mostrando seus processos na rua, tags, trabalhos e vivências. .
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6925
???metadata.dc.description.other???: Não compreendo porque ave ria!
Aparece nas coleções:Artes Visuais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
trabalho de conclusao de artes 2 (1).pdfArtigo apresentado a banca4,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.