Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6801
Title: Efeito do processamento de epóxi com adição de agente de reparo termoplástico
Authors: Borges, Natália Praxedes de Freitas
Keywords: Autorreparo;Rota de processamento;E-MA-GMA;Tempo de gel;FTIR;DMA;Microscopia ótica
Issue Date: Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BORGES, Natalia Praxedes de Freitas. Efeito do processamento de epóxi com adição de agente de reparo termoplástico. 2018. 34f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em engenharia Química) - Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Materiais autorreparaveis vem sendo estudados como alternativa para reparação de materiais compósitos danificados. A adição de partículas de termoplástico a uma matriz termofixa é uma das abordagens utilizadas na literatura para o autorreparo, onde o material termoplástico é capaz de fluir e preencher as trincas dentro da matriz e recuperar parcialmente o material danificado. Uma das dificuldades encontradas na produção de materiais com agentes de autorreparo é a homogeneização da distribuição das partículas de termoplástico na amostra. No presente estudo, o efeito da variação de um parâmetro de processamento (tempo de mistura dos componentes da resina quando da adição do material termoplástico) foi avaliado. Análises dinâmico-mecânicas (DMA) foram realizadas para observar possíveis mudanças nas propriedades do material com a variação do parâmetro de processamento. A espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR) foi utilizada para observar os efeitos na estrutura química do material e a microscopia ótica foi utilizada para observar a dispersão das partículas do termoplástico na matriz nos diferentes tempos de adição de termoplástico. Resultados mostram uma melhora na dispersão das partículas com o aumento do tempo de mistura, sem haver mudanças na temperatura de transição vítrea (Tg), mas com algumas alterações no espectro do FTIR.
Abstract: Self-healing materials have been studied as an alternative for the repair of damaged composite materials. The addition of thermoplastic particles to a thermoset matrix is one of the approaches used in the literature for self-healing, as the thermoplastic material is capable of flowing and filling in cracks in the matrix and partially recover the damaged material. One of the difficulties found in this method is the homogeneous dispersion of the thermoplastic particles in the sample. In the present study, the influence of one processing parameter (time of mixing of resin components when plastic material is added) was evaluated. Dynamicmechanical analysis (DMA) was performed to observe if there were changes in material properties with the variation of the processing parameter. Fourier transform infrared (FTIR) spectroscopy was used to observe the effects on the chemical structure of the material and the optical microscope was used to observe the dispersion of thermoplastic particles in the matrix at the different times of addition of thermoplastics. Results show an improvement in the dispersion of particles with increasing mixing time, without changes in the glass transition temperature (Tg), but with some changes in the FTIR spectrum.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6801
Other Identifiers: 2013045415
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitodoProcessamento_Borges_2018.pdfMonografia2.54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons