Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6794
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSouza, Paulo Alysson Brilhante Faheina de-
dc.contributor.authorPinto, Bárbara Hillary de Almeida-
dc.date.accessioned2018-07-06T13:11:19Z-
dc.date.available2018-07-06T13:11:19Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier2013064878pr_BR
dc.identifier.citationPINTO, Bárbara Hillary de Almeida. Estudo de argamassas com adição de cinzas do processo de incineração de resíduos sólidos dos serviços de saúde. 2018. 24 f. Artigo Científico - Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Engenharia Civil, Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6794-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectargamassapr_BR
dc.subjectincineraçãopr_BR
dc.subjectadiçãopr_BR
dc.subjectcinzas naturais e moídaspr_BR
dc.titleEstudo de argamassas com adição de cinzas do processo de incineração de resíduos sólidos dos serviços de saúdepr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Souza, Paulo Alysson Brilhante Faheina de-
dc.contributor.referees2Luz, Diana Carla Secundo da-
dc.description.resumoUm dos materiais de grande utilização na indústria da construção civil é a argamassa, principalmente para assentamento de alvenarias e revestimento de paredes. Assim, o presente trabalho objetivou estudar a viabilidade da incorporação de cinzas do processo de incineração de resíduos sólidos dos serviços de saúde em argamassas, visando reduzir a extração e modificação de matérias-primas naturais para produção das mesmas, além de proporcionar destinação adequada para os rejeitos provenientes da destruição térmica dos resíduos, prolongando a vida útil dos aterros industriais utilizados para sua disposição. Para desenvolvimento do estudo, foram produzidas argamassas de cimento e areia na proporção de 1:3, em massa, com adição de variados teores de cinzas, tanto com sua granulometria natural como beneficiadas com o processo de moagem. Também se produziu a argamassa de referência, sem adição de cinzas. Para cada proporção de adição, foram estudadas as propriedades no estado fresco, através da determinação do índice de consistência, retenção de água, densidade de massa e teor de ar incorporado, e no estado endurecido, através dos ensaios de resistência à tração na flexão e à compressão, densidade de massa aparente, absorção de água e índice de vazios. Em geral, as misturas com adição de até 30% de cinzas moídas apresentaram discreta melhoria nas propriedades em relação à argamassa de referência. As misturas com cinzas naturais apresentaram queda no comportamento para a maioria dos parâmetros avaliados, porém até um teor de adição de 20% não houve divergências substanciais em relação à argamassa de referência. Dessa forma, o estudo aponta para a possibilidade de incorporação das cinzas, tanto naturais como moídas, em argamassas, na proporção de até 20% de adição, provendo um meio eficiente de destinação desse rejeito. Acima desse percentual, as misturas com cinzas incorporadas apresentaram fissuração e alta expansão volumétrica, tornando-as inutilizáveis para suas aplicações mais comuns.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentEngenharia Civilpr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3Trajano Junior, Gilbrando Medeiros-
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudodeArgamassascomCinzasdeIncineração_Pinto_2018.pdfArtigo Científico815,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.