Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6786
Title: PROPOSIÇÃO DE UM ÍNDICE DA DISPOSIÇÃO FINAL DE RSU E SUA RELAÇÃO COM A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS: O CASO DO RN
Authors: BEZERRA, Andreza Fernandes
Keywords: Índice de qualidade de disposição final;Lixão;Aterro Sanitário.;Incidência de doenças
Issue Date: 27-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Andreza Fernandes. Proposição de um índice da disposição final de RSU e sua relação com a incidência de doenças: o caso do RN. 2018. 28f. Trabalho de Conclusão de curso (Graduação em Engenharia Ambiental) – Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Quando os Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) são dispostos em condições inadequadas, a exemplos dos lixões, tem-se o agravo na saúde pública da população, visto que a conexão Resíduos-Vetor-Homem é um forte fator que contribui para a transmissão de doenças. O estado do Rio Grande do Norte apresenta uma situação preocupante no que tange a forma de disposição final dos RSU, uma vez que, a grande maioria dos seus municípios dispõe seus resíduos em lixões, o que pode contribuir para o aumento da incidência de doenças. Uma forma de avaliar a influência do tipo de disposição na incidência de doenças é correlacionando estatisticamente a eficiência da disposição final dos RSU com a incidência de doenças. Este trabalho avaliou a influência da disposição final dos RSU sobre a incidência de doenças transmitidas por vetores em municípios do estado do Rio Grande do Norte. A avaliação se deu através da correlação entre um índice, construído, que inclui conjunto de indicadores que pode afetar direta ou indiretamente na qualidade ambiental e saúde da população e classifica a disposição em bom, regular e ruim e a incidência de doenças transmitidas por vetores que se proliferam com mais facilidade quando não há uma disposição adequada dos RSU. Os resultados mostram que a maioria dos municípios do RN foram classificados com qualidade ruim de disposição final, uma vez que a maioria ainda utiliza lixões como forma de disposição. A incidência se apresentou de maneira bastante diversificada. Contudo, não houve correlação entre o índice e a incidência das doenças analisadas. Além disso, percebeu-se que outros fatores podem influenciar na saúde da população.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6786
Other Identifiers: 20160152582
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ProposiçãoDeUmIndice_Bezerra_2018.pdfMonografia1.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons