Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6735
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMedeiros, Gilson Gomes de-
dc.contributor.authorSeveriano, Fellipe Marcel Carvalho-
dc.date.accessioned2018-07-04T13:29:55Z-
dc.date.available2018-07-04T13:29:55Z-
dc.date.issued2018-06-07-
dc.identifier2011048294pr_BR
dc.identifier.citationSEVERIANO, Fellipe Marcel Carvalho. Estudo da desidratação do gás natural por absorção. 2018. 34f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6735-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectGás Naturalpr_BR
dc.subjectDesidrataçãopr_BR
dc.subjectGlicolpr_BR
dc.subjectMEGpr_BR
dc.subjectDEGpr_BR
dc.subjectTEGpr_BR
dc.subjectSimulaçãopr_BR
dc.subjectNatural Gaspr_BR
dc.subjectDehydrationpr_BR
dc.subjectGlycolpr_BR
dc.subjectSimulationpr_BR
dc.titleEstudo da desidratação do gás natural por absorçãopr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Oliveira, Ana Karla Costa de-
dc.contributor.referees2Almeida, André Luis Oliveira de-
dc.description.resumoO estudo da desidratação do gás natural em uma torre de absorção utilizando glicol, o qual pode ser MEG, DEG e TEG, como líquido dessecante se tornou extremamente relevante nos dias atuais pelo aumento da produção e do consumo de gás natural, nos âmbitos mundial e brasileiro. Este processo ocorre em uma unidade de desidratação de gás natural a qual consiste basicamente de duas etapas: a primeira resume-se à absorção da água pelo glicol em contracorrente em uma torre de absorção e a segunda trata-se da regeneração do glicol em uma torre regeneradora onde a água é removida do glicol através do aquecimento dessa mistura e vaporização da água. A etapa em que ocorre a absorção foi simulada utilizando o software Aspen HYSYS para observar os resultados nas correntes de gás seco e glicol rico (em água), nas quais devem existir o mínimo de água e de hidrocarbonetos arrastados, respectivamente. Primeiramente, utilizou-se o TEG, o glicol mais indicado, e condições totalmente favoráveis para a desidratação; posteriormente duas perturbações foram inseridas na simulação: temperatura fora da faixa recomendável e presença de água na corrente de glicol, e assim foi possível observar suas relevâncias. Portanto, o objetivo do trabalho consiste em avaliar a desidratação do gás natural através de uma simulação tanto em condições favoráveis quanto provocando determinadas mudanças nas variáveis do processo.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentEngenharia Químicapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.subject.cnpqEngenharias.pr_BR
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudodaDesidratacao_Severiano_2018.pdfMonografia1.34 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.