Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6611
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Kenio Costa de-
dc.contributor.authorMillioli, Andréa Maria Cabral de Almeida Peruggia-
dc.date.accessioned2018-06-17T14:47:14Z-
dc.date.available2018-06-17T14:47:14Z-
dc.date.issued2017-03-28-
dc.identifier20162011618pr_BR
dc.identifier.citationMILLIOLI, Andréa Maria Cabral de Almeida Peruggia; LIMA, Kenio Costa de (Orient.). O tratamento da tuberculose e a relação com a rede familiar e comunitária. 2017. 25 f. Projeto de Intervenção. (Especialização em Gestão em HIV/Aids/Hepatites Virais e Tuberculose – Educação a Distância) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6611-
dc.description.sponsorshipMinistério da Saúdepr_BR
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjecttuberculose, tratamento, família, rede de apoio familiar e comunitária.pr_BR
dc.titleO tratamento da tuberculose e a relação com a rede familiar e comunitária.pr_BR
dc.typepostGraduateThesispr_BR
dc.description.resumoA tuberculose é considerada uma doença muito antiga, mas que ainda é permeada pelo desconhecimento e pelo preconceito. O número de casos vem diminuindo ao longo dos anos, mas, mesmo com essa redução e o avanço tecnológico, a doença ainda é uma grande preocupação mundial. Por isso, é importante conhecê-la para saber que ela tem tratamento e cura. A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, ou Bacilo de Kock (BK), como é mais conhecida. Essa doença afeta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo, como ossos, olhos e rins. A transmissão ocorre por vias áreas. Ou seja, a pessoa saudável é infectada ao inalar gotículas contendo bacilos expelidos quando a pessoa doente tosse, fala ou espirra. O tratamento da tuberculose tem duração de no mínimo seis meses. Para que o usuário fique curado, é fundamental que ele tenha o compromisso pessoal com o restabelecimento da sua saúde e que também receba o apoio da equipe de saúde e ainda da rede familiar e comunitária. Dessa forma, é fundamental que a equipe de saúde esteja atenta aos fatores facilitadores ao tratamento completo da doença, para assim incentivarmos e apoiarmos a busca da cura e do controle da tuberculose.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentCurso de Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose.pr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
Appears in Collections:Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PROJETO DE INTERVENÇÃO. AndreaMillioli.docProjeto de Intervenção149 kBMicrosoft WordView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.