Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6597
Title: Integração dos sistemas de informação em saúde como estratégia para qualificação de dados do Programa de Controle da Tuberculose.
Authors: Itaparica, Ana Luísa Mota
Keywords: Tuberculose;Sistemas de Informação;Subnotificação
Issue Date: May-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ITAPARICA, Ana Luísa Mota; LACERDA, Henio Godeiro (Orient.). Integração dos sistemas de informação em saúde como estratégia para qualificação de dados do Programa de Controle da Tuberculose. 2017. 29 f. Projeto de Intervenção. (Especialização em Gestão em HIV/Aids/Hepatites Virais e Tuberculose – Educação a Distância) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A tuberculose (TB) é uma doença milenar, extremamente relacionada às condições de vida dos indivíduos e seus determinantes. Estima-se que em 2015 houve 10,4 milhões de doentes e 1,8 milhões de óbitos por tuberculose no mundo. Entretanto, dos casos novos estimados, 4,3 milhões não foram detectados e notificado em sistemas oficiais. O Brasil está entre os trinta países com maior carga de tuberculose e de coinfecção TB/HIB. A subnotificação de casos, deficiências na completitude e presença de inconsistências nos dados nos sistemas de informação prejudicam as análises de situação de saúde e morbidade da população, interferindo nas áreas de planejamento de políticas públicas. As informações que promovem este conhecimento vêm da análise dos dados obtidos através dos vários sistemas de informação existentes atualmente no país e organizados hierarquicamente nos três níveis de gestão. A vigilância dos sistemas de informação pode contribuir para minimizar a ocorrência de subnotificação e melhorar a qualidade das informações. A qualificação dos dados é uma etapa importante do processo de avaliação dos sistemas de saúde e responsabilidade de todos os componentes do sistema de saúde de um município. Salvador ocupou o terceiro lugar em número de casos e a sétima posição em taxa de incidência entre as capitais no ano de 2014. O percentual de cura dos casos novos se mantém abaixo de 70%, distante do recomendado pela Organização Mundial da Saúde para interrupção da cadeia de transmissão. Acompanha a tendência do Brasil em diminuição em número de casos, dado que deve ser analisado com cautela, visto que pode haver subnotificação. O presente trabalho pretende identificar se existe subnotificação, analisar a sua magnitude e qualificar demais variáveis do sistema Sinan utilizados na composição dos principais indicadores epidemiológicos e operacionais do Programa de Controle da Tuberculose, através da análise, comparação e integração dos diversos sistemas de informação em saúde.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6597
Other Identifiers: 20162012016
Appears in Collections:Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Integração dos Sistemas de Informação.pdfTrabalho de Conclusão de Curso908.68 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons