Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6556
Title: Capacitação de profissionais de saúde da atenção básica para qualificação no preenchimento de fichas de investigação de agravos compulsórios.
Authors: Baldin, Sandra Regina Rocha
Keywords: Capacitação;Investigação;Sensibilização
Issue Date: May-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BALDIN, Sandra Regina Rocha; DANTAS, Susana Maria Miranda (Orient.). Capacitação de profissionais de saúde da atenção básica para qualificação no preenchimento de fichas de investigação de agravos compulsórios. 2017. 16 f. Projeto de Intervenção. (Especialização em Gestão em HIV/Aids/Hepatites Virais e Tuberculose – Educação a Distância) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A vigilância epidemiológica imprime importância à saúde da população, a partir da qual entende-se que é oportuna a capacitação de profissionais da rede básica de saúde. Enfatiza-se a qualificação nos registros da ficha de investigação de agravo compulsório, uma vez que se percebe muitas falhas no preenchimento dos campos, incluindo os de preenchimento obrigatório, denotando o desconhecimento por parte dos profissionais sobre a importância desta informação para a saúde pública. Nesse sentido, a presente proposta objetiva capacitar os profissionais de saúde da atenção básica para a validação das informações nas fichas de investigação de agravos compulsórios no município de Alvorada, Rio Grande do Sul. A capacitação será realizada em um encontro de 06 horas, no qual serão discutidas a Portaria nº 205/2016/MS, as doenças de notificação compulsória, a ficha de investigação de agravo compulsório e a realização de um estudo de casos. O processo de avaliação da referida proposta será realizado por meio da identificação em que medida os resultados foram alcançados. Serão utilizadas como ferramentas para a avaliação as fichas de investigação de agravo compulsório, observando a totalidade dos campos completamente preenchidos pelos profissionais de saúde no decorrer de suas atividades cotidianas. Julga-se que o produto resultante dessa intervenção seja muito positivo, com a melhora na qualidade das informações, o que o qualificará como um banco de dados de qualidade segundo o Guia de Vigilância Epidemiológica (2009).
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6556
Other Identifiers: 38742039053
Appears in Collections:Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Capacitação-de-profissionais.docxArtigo principal490.53 kBMicrosoft Word XMLView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.