Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6477
Title: Coinfecção de HIV e Tuberculose no Município de Guarapuava/PR: Desafio para o futuro.
Authors: Borecki, Marlene Terezinha
Keywords: Coinfecção TB/HIV;Tuberculose;Diagnóstico tardio;Rede de atenção
Issue Date: May-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BORECKI, Marlene Terezinha; SANTOS, Marquiony Marques dos (Orient.). Coinfecção de HIV e Tuberculose no Município de Guarapuava/PR: Desafio para o futuro. 2017. 16 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Especialização em Gestão da Política de DST, AIDS, Hepatites Virais e Tuberculose – Educação a Distância) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A tuberculose é um problema sério de saúde pública em todo o mundo e no Brasil, onde são registrados em média 84 mil casos novos ao ano. Em Guarapuava, estado do Paraná, a situação não é diferente e não se observa redução de casos da doença. Pelo contrário! Houve um aumento de casos nos últimos anos. A situação se agravou ainda mais pelo aumento da epidemia HIV/Aids, que abre oportunidade para que a tuberculose ocorra com mais frequência, aumentando a probabilidade de óbitos. O município conta atualmente com um ambulatório municipal referência de tuberculose e um Serviço de Atendimento Especializado (SAE), que presta atendimento aos portadores de HIV/Aids. Embora exista comunicação entre os dois setores, peca-se ainda no acompanhamento compartilhado dos pacientes, até mesmo na investigação inicial de sintomáticos respiratórios, avaliação de risco de o paciente soropositivo desenvolver tuberculose. Diante disso, este trabalho tem como objetivo tentar elencar as causas do aumento do número de casos de coinfectados no município, assim como melhorar as ações do serviço de saúde, aumentar o diagnóstico precoce e, consequentemente, reduzir o número de óbitos dos pacientes coinfectados. Para ser efetivado, o projeto necessita sensibilizar e envolver a gestão de saúde municipal, principalmente a atenção básica, para melhorar o acesso aos serviços de atendimento a tuberculose e HIV/Aids, uma vez que ainda existe centralização das ações nos ambulatórios, o que retarda o diagnóstico precoce, haja vista que um dos fatores relevantes no município é o alto índice de casos de tuberculose notificados no serviço hospitalar.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6477
Other Identifiers: 20162010399
Appears in Collections:Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CoinfeccaoHIVTuberculose_Borecki_2017.pdf754.61 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons