Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6456
Title: Perfil clínico e epidemiológico das gestantes com sífilis residentes na área de abrangência da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde/CRS no ano de 2015
Authors: SERTOLI, MARISTELA
Keywords: Sífilis em Gestante; Perfil Epidemiológico e Clínico; Notificações; 6ª CRS.
Issue Date: 30-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SERTOLI, Maristela; SANTOS, Marquiony Marques dos (Orient.). Perfil clínico e epidemiológico das gestantes com sífilis residentes na área de abrangência da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde/CRS no ano de 2015. 2017 11f. Estudo Epidemiológico Transversal. (Especialização em Gestão em HIV/Aids/Hepatites Virais e Tuberculose – Educação a Distância) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O objetivo deste estudo é analisar o perfil epidemiológico e clínico dos casos notificados de sífilis em gestantes residentes nos municípios de abrangência da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde/CRS no ano de 2015. A 6ª CRS, que é parte da Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, possui em sua área de abrangência um total de 62 municípios, divididos em três regiões de saúde: Região (R) 17, com 28 municípios; R 18, com 20 municípios; e R 19, com 14 municípios — totalizando 62 municípios com uma população de 656.469 habitantes. Trata-se de uma pesquisa epidemiológica transversal, a ser realizada junto à Coordenação Regional da Política de DST/Aids da 6ª CRS, a qual busca analisar de que forma uma doença ou condição relacionada à saúde pode ter maior incidência, de acordo com determinados fatores, com base nas informações que são preenchidas nas fichas de notificação da sífilis em gestante, como idade, trimestre gestacional, escolaridade, raça/cor, zona de residência, ocupação, e também os fatores clínicos como o estadiamento da doença, medicação prescrita para a gestante e parceiro e as inter-relações com a sífilis congênita. A sífilis em gestante é uma doença de notificação compulsória desde 2005. Seus índices são alarmantes pelo elevado número de casos e complicações que pode causar ao recém-nascido. Por este motivo, o presente Trabalho de Conclusão de Curso traz algumas discussões importantes sobre o perfil epidemiológico e clínico das gestantes com sífilis residentes nessa área. A base de dados utilizada para análise foi o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) – a análise do conteúdo das fichas de notificação da sífilis em gestante ocorrida no ano de 2015. Para isso, o projeto de pesquisa conta com dados epidemiológicos da sífilis em gestante e sífilis congênita no país, no estado e na 6ª Coordenadoria Regional de Saúde.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6456
Other Identifiers: 20162010254
Appears in Collections:Especialização sobre Gestão das Políticas de DST/Aids, Hepatites Virais e Tuberculose

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC REVISADO (2).docARTIGO PRINCIPAL112 kBMicrosoft WordView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.