Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6428
Title: Ranking da capacidade de pagamento sem autorização orçamentária dos municípios do Rio Grande do Norte, no período de 2001 a 2010
Authors: Tavares, Jasânea Dantas
Keywords: Capacidade de pagamento sem autorização orçamentária;Municípios;Coeficiente de variação;Coeficiente de variação
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: TAVARES, Jasânea Dantas. Ranking da capacidade de pagamento sem autorização orçamentária dos municípios do Rio Grande do Norte, no período de 2001 a 2010. 2012. 51f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: Os municípios integram a República Federativa do Brasil e possuem autonomia político-administrativa e financeira, conforme Art. 1º e 18 da Constituição Federal. Os indicadores de desempenho orientam a análise e interpretação de resultados das demonstrações contábeis. O objetivo geral desta pesquisa foi estabelecer o ranking da capacidade de pagamento sem autorização orçamentária dos municípios do Estado do Rio Grande do Norte, com base no coeficiente de variação, no período de 2001 a 2010. Foram utilizadas as pesquisas descritiva, bibliográfica, documental, quantitativa e qualitativa. Os dados foram extraídos do sítio da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) – FINBRA e do Sistema FIRJAN. Os resultados revelaram que todos os municípios do RN contemplados pelo ranking apresentaram uma alta dispersão dos valores em volta da média e uma baixa representatividade da média da série, ou seja, todos tiveram um coeficiente de variação superior a 30%. Notou-se dessa forma que os municípios potiguares demonstraram uma grande variabilidade dos dados. Apesar de toda essa variabilidade, o município de Mossoró obteve o menor coeficiente de variação e consequentemente, a maior regularidade quanto ao pagamento de suas obrigações durante o período compreendido entre os anos de 2001 a 2010 e assim, liderou o ranking da capacidade de pagamento, seguido dos municípios de Maxaranguape, Monte Alegre e Ruy Barbosa. Os municípios de Baía Formosa, Baraúna, Extremoz e Areia Branca apresentaram as maiores variações da capacidade de pagamento em relação à média. Na comparação com o IFGF, ficou evidenciada uma disparidade nos resultados. Municípios bem colocados no ranking da capacidade de pagamento apresentaram uma situação crítica de acordo com o Índice FIRJAN.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6428
Other Identifiers: 2008003337
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JasâneaDT_Monografia.pdfCiências Contábeis 293.33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.