Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6267
Title: Teatro posithivo como metáfora politica: "de onde vem e para onde vai Cida?"
Authors: Fonseca, Franco Wilamy Lima
Keywords: teatro épico, processo de criação, metáfora, corpo posithivo, corpo político, Aids, “De onde vem e para onde vai Cida?”.;epic theater, creation process, metaphor, posithive body, political body, Aids, , “De onde vem e para onde vai Cida?”.
Issue Date: 14-Jun-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FONSECA, Franco Willamy Lima da. Teatro posithivo como metáfora política: “de onde vem e para onde vai Cida?”. 2017. 87f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Teatro) - Departamento de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O presente trabalho tem como objeto de estudo a encenação do espetáculo “De onde vem e para onde vai Cida?”, que num primeiro momento foi o resultado da disciplina Encenação II, do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Para tanto, aborda-se a poética política do teatro brechtiano (BOAL, 2013; PEIXOTO,1981), comumente chamado de “teatro épico”. Assim como se investiga a compreensão de um corpo político na relação de “sujeito/objeto”, tanto identificados na temática da epidemia do vírus HIV, como na construção social por trás da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida - Aids. Esta pesquisa, por meio da análise da encenação, faz um paralelo entre o “corpo político” e o “corpo posithivo”, metaforizado no tempo/espaço de uma doença social (SONTAG, 2007), destacando a polêmica observação de como esses corpos sofrem com a representação da doença na sociedade que os cerca (ABREU, 2006; 1986). Este estudo acredita no teatro como uma alternativa e resposta social ao enfrentamento da epidemia do HIV, com a desconstrução dos diversos estigmas que giram em torno dela, unindo dessa maneira a potência criativa da arte ao ativismo político social (BRECHT,1982).
Abstract: This current work has as an object of study the performance “De onde vem e para onde vai Cida?”, which, in a first moment, was the result of the subject Encenação II, from the Theater Course of the Universidade Federal do Rio Grande do Norte. For this purpose, the political poetics of the Brechtian theater (BOAL, 2013; PEIXOTO, 1981), commonly referred as "epic theater", is approached. As well as investigating the understanding of a political body in the relation of “subject/object", both identified in the theme of the HIV virus epidemic, and in the social construction behind the Acquired Immunodeficiency Syndrome - Aids. This research, through the analysis of the performance, is concomitant with the "political body" and the "posithive body", metaphorized in the time/space of a social disease (SONTAG, 2007), highlighting the controversial observation of how these bodies suffer, with the representation of the disease in the society that surrounds them (ABREU, 2006; 1986). This study believes in the theater as an alternative and social response to the confrontation of the HIV epidemic, with the deconstruction of the various stigmas that revolve around it, thus joining the creative power of art to social political activism (BRECHT, 1982).
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6267
Other Identifiers: 2013036247
Appears in Collections:Teatro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC- FRANCO - VERSÃO FINAL - dia 14 de junho (com ficha e sem ata).pdfMonografia sem ata2.48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons