Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6250
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFreitas, Alessandra Cardozo de-
dc.contributor.authorXavier, Gisele Silva-
dc.date.accessioned2018-04-24T15:35:53Z-
dc.date.available2018-04-24T15:35:53Z-
dc.date.issued2017-12-15-
dc.identifier2014038489pr_BR
dc.identifier.citationXAVIER, Gisele Silva. Literatura fantástica e formação de leitor: o que revelam os estudos?. 2017. 39 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6250-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectLiteratura fantásticapr_BR
dc.subjectLeiturapr_BR
dc.subjectFormação de leitorpr_BR
dc.titleLiteratura fantástica e formação de leitor: o que revelam os estudos?pr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Freitas, Alessandra Cardozo de-
dc.contributor.referees2Dantas, Soraneide Soares-
dc.description.resumoO trabalho tem como tema Literatura fantástica e formação de leitor. O interesse por esse tema surgiu a partir de leituras de narrativas fantásticas durante a infância e a adolescência. Essas leituras passaram a ser problematizadas durante a graduação em Pedagogia, mediante perguntas do tipo: Como os pesquisadores conceituam o fantástico? Quais as características desse tipo de literatura? Quais as suas contribuições para a formação do leitor? Compreende-se que na formação do leitor vários aspectos estão implicados, como o acesso dos leitores às obras e práticas regulares de leitura. Nessa direção, destaca-se a necessidade de o professor conhecer sobre os gêneros lidos, no caso em específico, as histórias fantásticas, de modo a influenciar positivamente a formação do aprendiz como leitor. Nesse sentido, indagamos: o que revelam os estudos sobre a literatura fantástica? O trabalho, portanto, constitui uma pesquisa de natureza bibliográfica (GIL, 2002) com objetivo de natureza exploratória: evidenciar os achados dos estudos sobre o fantástico, com vistas à formação do leitor dos anos iniciais do fundamental. Para compor o referencial teórico, destacam-se os estudos de FREIRE (1989) sobre leitura; as reflexões de ZILBERMAN (2003), COELHO (2000) e AMARILHA (2009) sobre literatura e prática pedagógica; as análises de YUNES e PONDÉ (1988) e as ideias de SMITH (1989) referentes aos conceitos de leitura e formação do leitor; as pesquisas de TODOROV (2008), HELD (1980), ROAS (2013) e CESERANI (2006) sobre literatura fantástica e, por fim; reflexões sobre a leitura no ensino fundamental (BRASIL,1997). Com base nesse referencial, são apresentados conceitos e a importância da leitura: por meio dela compreende-se o outro e o mundo, assim como, compreende-se o que ler através dos conhecimentos prévios do leitor. O aprendizado da leitura acontece através do contato com os livros e convivência e incentivo de leitores experientes. Também, são analisados os conceitos, as características e as contribuições do fantástico para a formação do leitor. Conclui-se que a literatura fantástica propicia contribuições importantes, como: intensifica a formação do leitor reflexivo, sobre si mesmo e o mundo em que o cerca; envolve o leitor de modo a provocar a sua imaginação e criatividade. Espera-se com isso, que o professor possa perceber as contribuições desse gênero literário e que possa trabalhá-lo na formação do leitor.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentPedagogia - Licenciaturapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.contributor.referees3Medeiros, Lívia Cristina Cortez Lula de-
Appears in Collections:Pedagogia (Presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Literaturafantásticaformação_Monografia_2017.pdf193.43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.