Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/6052
Title: Turismo e agricultura nos municípios litorâneos do estado do Rio Grande do Norte: uma avaliação dos efeitos da atividade turística sobre a produção de alimentos pela agricultura familiar no município de São Miguel do Gostoso/RN
Authors: Sales, Erika Rayanne da Silva
Keywords: Economia;Agricultura Orgânica;Turismo;Agricultura Familiar;Agricultura agroecológica
Issue Date: 8-Dec- 12
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SALES, Erika Rayanne da Silva. TURISMO E AGRICULTURA NOS MUNICÍPIOS LITORÂNEOS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: uma avaliação dos efeitos da atividade turística sobre a produção de alimentos pela agricultura familiar no município de São Miguel do Gostoso/RN.2017. 62 f. Monografia (Bacharelado em Ciências Econômicas). Departamento de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A pesquisa em questão foi realizada com o intuito de compreender se, sendo a atividade turística uma ferramenta de desenvolvimento local,também pode cumprir com o papel de estímulo à agricultura. Para isso foi realizado um estudo de caso no município de São Miguel do Gostoso, localizado na Microrregião Homogênea do Litoral Nordeste, onde foi constatada a existência de uma relação virtuosa, porém pouco conhecida, entre o dinamismo do turismo litorâneo; o aumento da demanda por produtos agropecuários; e, o crescimento da oferta de frutas, legumes e verduras e outros tipos de alimentos produzidos por agricultores familiares do próprio município. Na busca de um melhor conhecimento desta realidade, foi realizado um estudo de caso, com base em dados secundários relativos à economia e o setor agropecuário da Microrregião Homogênea e, em particular do município de São Miguel do Gostoso, além de uma pesquisa de campo, por meio de entrevistas e questionários aplicados entre grupos de feirantes produtores, produtores independentes, supermercados, pousadas e restaurantes. Os resultados obtidos mostraram que à medida que o turismo local cresce, gera um aumento na demanda por produtos agrícolas para suprir as necessidades de fornecimento de alimentos aos turistas e à população local que também está em crescimento.As pousadas e restaurantes entrevistados afirmaram dar preferência aos produtos locais por diversos fatores, tais como, preço, comodidade, estímulo a economia local e qualidade do produto. Quanto a este último ponto é referido ao fato dos produtos locais serem isentos de agrotóxicos, tendo sido constatado que todos os produtores entrevistados produzem alimentos orgânicos, embora não possuam a certificação, portanto isentos de agrotóxicos e outros tipos de produtos químicos.
Abstract: This research was realized with intention of understand if, being the tourist activitie an local development tool, also can to accomplish the function of incetivate the agriculture.For it, was realized an case study in the São Miguel do Gostoso county, localized in the homogeneous microregion of the northeastcoast, where was constated the existece of a virtuous relation, but no very knowed, between the dinamism of the coast tourism; the demand increase for agropecuary products; and offer increase of fruits and vegetables and greens, and other types of foods produced for family farmers from the county. Searching a best knowledge about this reality, was realized a case study, based in secondary data referring to economy and the agropecuary sector of the homogeneous microregion and, in special, of the São Miguel do Gostoso county besides an field research, made by interviews and questionnaires applied to groups of marketers producers, independent producers, supermarkets, hostels and restaurants.The results show that as local tourism expands, it generates an demand increase for agricultural products for to supply the necessities needs of tourists and the local population that also expands. The hostels and restaurants interviewed stated that they preferred local products because of several factors, such as price, convenience, local economy stimulation and product quality. About the latter point is related to the fact that local products are exempt from agrochemicals, and all producers interviewed produce organic foods, although they do not have the certification, thus exempt from agrochemicals and other types of chemical products.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6052
Other Identifiers: 2013034912
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
turismoagri_Monografia.pdf985.53 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.