Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5963
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Maurício Corrêa da-
dc.contributor.authorRodrigues, Magna Emanuela Cavalcante-
dc.date.accessioned2018-02-23T15:17:59Z-
dc.date.available2018-02-23T15:17:59Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier2011061975pr_BR
dc.identifier.citationRODRIGUES, Magna Emanuela Cavalcante. Execução orçamentária da despesa por funções de governo e os ciclos políticos nos estados e no distrito federal (2006 – 2010 – 2014). 2017. 61f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5963-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectHipótese oportunistapr_BR
dc.subjectFunções de governopr_BR
dc.subjectExecução orçamentáriapr_BR
dc.subjectEstados e distrito federalpr_BR
dc.subjectPreferências alocativaspr_BR
dc.titleExecução orçamentária da despesa por funções de governo e os ciclos políticos nos estados e no distrito federal (2006 – 2010 – 2014)pr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Araújo, Ronaldo José Rego de-
dc.contributor.referees2Lima, Victor Godeiro de Medeiros-
dc.description.resumoO objetivo geral desta pesquisa é avaliar o comportamento dos gastos estaduais e distrital na execução orçamentária da despesa por funções de governos com base na hipótese oportunista por ocasião das eleições de 2006, 2010 e 2014. Os dados sobre as funções de governo foram extraídos do sítio eletrônico da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A pesquisa é amparada pela Teoria dos Ciclos Políticos (hipótese oportunista), Teoria da Agência (assimetria da informação), Teoria da Escolha Pública (autointeresse dos gestores) e o método utilizado é o empírico-analítico com a utilização da Análise de Componentes Principais (ACP). Os resultados revelaram que durante as eleições de 2006, os gastos com as funções de governo: segurança pública (SEG); agricultura (AGR); comércio e serviços (COS) e transporte (TRN) apresentaram maior representatividade no ano eleitoral em comparação ao ano anterior (2005) e posterior (2007) as eleições. Nas eleições de 2010, foram as funções judiciária (JUD), essencial à justiça (ESS), assistência social (ASS) e habitação (HAB) e nas eleições de 2014, foram as funções judiciária (JUD), essencial à justiça (ESS), administração (ADM), segurança pública (SEG), comunicação (COM). Como principal contribuição, tem-se o esclarecimento para a sociedade acerca da utilização dos recursos públicos, tanto na elevação dos gastos por ocasião das eleições, quanto na identificação das preferências alocativas dos gestores públicos.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentCiências Contábeispr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MagnaEC_Monografia.pdfCiências Contábeis 868.46 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.