Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5867
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSampaio, Marisa Narciso-
dc.contributor.authorSoares, Jussara Vieira-
dc.date.accessioned2018-02-20T18:41:28Z-
dc.date.available2018-02-20T18:41:28Z-
dc.date.issued2017-06-28-
dc.identifier2012957090pr_BR
dc.identifier.citationSOARES, Jussara Vieira. O planejamento pedagógico em contextos não escolares. 2017. 42 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Pedagogia), Departamento de Práticas Educacionais e Currículos. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5867-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectContextos Não Escolarespr_BR
dc.subjectFormação de Pedagogospr_BR
dc.subjectPlanejamento.pr_BR
dc.titleO planejamento pedagógico em contextos não escolarespr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Aguiar, Alexandre da Silva-
dc.contributor.referees2Costa, Gilberto Ferreira-
dc.description.resumoO campo de atuação do pedagogo atualmente, têm ultrapassado os muros da escola e consequentemente têm formado um novo perfil profissional, especialmente no sentido do planejamento de suas ações pedagógicas. O presente estudo parte da seguinte questão de pesquisa: Como os pedagogos(as) que atuam em contexto não escolar planejam? Nesse sentido, o objetivo dessa pesquisa, de natureza bibliográfica e empírica, é compreender como esses pedagogos(as) planejam e se consideram esse instrumento importante na sua atuação fora do contexto escolar. Como aporte teórico recorri a: Farias (2009); Freire (1997); Gandin (1994); Libâneo (2012) Vasconcellos (2008); entre outros que discutem a relevância do planejamento e o perfil do pedagogo(a). Na pesquisa de campo, foi possível ouvir sete pedagogos(as) que atuam em diversos contextos não escolares, para assim, compreender de que maneira seus planejamentos são realizados e a relevância que estes profissionais atribuem a estas ações. Com o estudo, foi possível conceber que o planejamento nasce de uma necessidade, de uma falta que nos impulsiona na busca de um agir. De tal modo, é uma ferramenta de mediação, contínua e dinâmica, decorrente da intencionalidade de intervir na realidade em que se encontra o autor e os seus sujeitos do planejamento. Com isso, esse instrumento faz parte da ação do pedagogo(a) na sua atuação, já que o ajuda a buscar alternativas para soluções, e tomadas de decisões, em busca de atender às necessidades do contexto e de seus sujeitos. Assim sendo, foi compreendido que a formação do pedagogo(a) é um processo de conhecimento e transformação em busca de encontrar elementos que se tornam centrais para a construção de sua identidade profissional. Por isso, sua formação inicial traz contribuições para a sua identidade profissional e orientações para a construção do planejamento em quaisquer contextos. Após a finalização dessa etapa de formação inicial, a formação continuada, se apresenta como fator relevante para uma atuação repleta de significados, possibilitando maior aprofundamento a exigências da profissão dos pedagogos(as), ou seja, uma formação que complementa questões que a formação inicial não conseguiu atender diretamente.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentPedagogiapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
Appears in Collections:Pedagogia (Presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PlanPedag_Monografia_2017.pdf704.84 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.