Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5764
Title: O pedagogo e os distúrbios de aprendizagem: dislexia; discalculia; disgrafia; disortografia e a hiperatividade
Authors: Souza, Francisco Robson Graciano de
Keywords: Pedagogo;Distúbios de aprendizagem;Diagnóstico;Trabalho
Issue Date: 1-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA, Francisco Robson Graciano de. O pedagogo e os distúrbios de aprendizagem: dislexia; discalculia; disgrafia; disortografia e a hiperatividade. 2017. 18f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia), Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macau, 2017.
Portuguese Abstract: Este trabalho trata dos principais distúrbios de aprendizagem, a Dislexia, a Discalculia, a Disgrafia, a Disortografia e a Hiperatividade. Quanto as suas características, apresentando o profissional pedagogo, nas atividades laborais intra e extra de sala de aula, como profissional habilitado, capaz de reconhecer, em seus alunos, sinais de possíveis distúrbios de aprendizagem e assim pode-lo encaminhar, ou orientar que seja, ao setor e/ou profissional responsável para seu possível diagnóstico. Temos por objetivo apresentar os principais distúrbios de aprendizagem, e oferecer aporte teórico aos profissionais da educação. Este estudo foi desenvolvido por meio da pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico, fundamentando-se no material já produzido sobre o assunto e pautado na atuação e possibilidades de atuação do profissional pedagogo junto a alunos com distúrbios de aprendizagem. Acentuamos da importância do pedagogo saber diferenciar dificuldades de aprendizagem dos distúrbios de aprendizagem, de modo que seu planejamento e atuação vá ao encontro das necessidades de seu aluno, oportunizando o desenvolvimento de suas potencialidades maximizando a plasticidade através de atividades e experiências. Os estudos corroboram na asserção de que ainda há, por parte das escolas e dos professores, um alto índice de desconhecimento dos distúrbios, sinais característicos, persistindo a intervenção inadequada ao aluno que apresenta dificuldade(s) de aprendizagem (o que pode ser característico do Distúrbio de Aprendizagem); que esses atribuem causas diversas às dificuldades de aprendizagem. Fato que pode estar relacionado, em muitos casos, a uma formação acadêmica deficitária que tem sequência nas formações continuadas. Concluímos que é essencial, ao exímio trabalho docente, que o professor, bem como os demais profissionais da educação, conheça os sinais referentes aos Distúrbios de Aprendizagem, para auxílio ao encaminhamento a um possível diagnóstico e atuação junto ao aluno. E que a intervenção dada aos alunos com Distúrbios de Aprendizagem precisa fazer jus às necessidades que eles apresentam.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5764
Other Identifiers: 2014007740
Appears in Collections:Pedagogia (A distância)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O pedagogo e os distúrbios_Artigo_2017.pdfArtigo principa161.72 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.