Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5562
Title: Poliuretana (PU) como agente mitigador das reações de carbonatação em pasta de cimento destinadas a poços petrolíferos
Authors: Oliveira, Juan Fábio dos Santos
Keywords: Poliuretana, Carbonatação, Carbonato de cálcio
Issue Date: 9-Jun-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Oliveira, Juan Fabio Dos Santos. Poliuretana (PU) como agente mitigador das reações de carbonatação em pasta de cimento destinadas a poços petrolíferos. 2017. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química do Petróleo) – Instituto de Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: No Brasil, a tecnologia de injeção de CO2 ficou ainda mais em evidência depois das descobertas dos poços do pré-sal (ricos em gás carbônico). As pastas de cimento utilizadas na construção de poços de petróleo com elevada concentração de dióxido de carbono ou submetidos à injeção necessitam de atenção especial. O gás carbônico, em contato com a água (contida na formação), forma o ácido carbônico, que por sua vez, reage quimicamente com as fases hidratadas do cimento Portland. Em um estágio mais avançado dessas reações, inicia-se a bicarbonatação e a formação de uma fase sílica amorfa que são altamente prejudiciais à estabilidade estrutural da matriz de cimento. Atualmente, polímeros de diversas classes estão sendo utilizados para mitigar a ação deletéria do dióxido de carbono em pastas de cimento. Os látices se destacam por conferir redução da permeabilidade e porosidade da matriz do cimento o que reduz a possibilidade da percolação do CO2 no meio. Esse trabalho tem como objetivo avaliar a ação da poliuretana como mititador das reações de carbonatação de pastas de cimento submetidas a ambientes com altas concentrações de CO2. Para avaliar o desempenho desse polímero foi monitorada a área de carbonatação e a utilização das técnicas de DRX e TG. As formulações foram analisadas com 30, 60 e 90 dias de exposição. De acordo com resultados, foi possível concluir que a PU diminui a área carbonatada e a pasta contendo 3,0 gpc desse polímero reduziu significativamente à área carbonatada. As análises de TG e DRX corroboraram com esses resultados, o que sugere a possibilidade da PU ser utilizada em pastas de cimento destinadas a poços ricos em gás carbônico.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5562
Other Identifiers: 2013014366
Appears in Collections:Química do Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PoliuretanaAgenteMitigador_OLIVEIRA_2017.pdf1.26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.