Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5525
Title: Aplicação de tratamentos eletroquímicos para remediação de solo contaminado por corante
Other Titles: Application of electrochemical treatments for remediation of soil contaminated by dye
Authors: SILVA, Iasmin Bezerra da
Keywords: Remediação Eletrocinética;Tecnologia Integrada;Toxicidade do solo;Índices de Germinação;Oxidação Eletroquímica
Issue Date: 20-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Iasmin Bezerra da. Aplicação de tratamentos eletroquímicos para remediação de solo contaminado por corante. 2017. 54f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental), Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Os resíduos gerados pelas indústrias podem causar sérios danos ao meio ambiente, podendo gerar contaminação de solos e água. Assim, o tratamento de solos e águas residuais contaminados por compostos orgânicos tem sido objeto de atenção da comunidade científica e industrial. Uma alternativa promissora neste sentido é a utilização de tecnologias eletroquímicas, que têm apresentado alta eficiência para remoção destes compostos, de forma sustentável, eficaz e utilizando menor tempo de tratamento se comparado a outras tecnologias. A fim de avaliar a eficiência da tecnologia eletroquímica, este trabalho estudou o emprego da Remediação Eletrocinética para o tratamento de solo contaminado pelo corante Alaranjado de Metila. Realizaram-se dois experimentos, utilizando eletrodos de grafite como ânodos e cátodos. Investigou-se a adição de água potável (Exp- 1) e de solução eletrolítica de Sulfato de Sódio a 0,05 M (Exp-2) nos reservatórios anódicos. Solução eletrolítica de Dodecil Sulfato de Sódio a 3,46 mM foi adicionado aos reservatórios catódicos de ambos os experimentos. Os resultados comprovaram que o Exp-2 foi mais eficiente na diminuição da Demanda Química de Oxigênio. A investigação da toxicidade do solo foi realizada em função dos percentuais de germinação de sementes de girassóis, que, em regiões centrais, atingiu 88 % para o Exp- 2 e 66% para o Exp- 1. Nas porções próximas aos eletrodos, o pH influenciou negativamente os resultados. O efluente gerado durante a descontaminação do solo foi tratado via oxidação eletroquímica empregando eletrodos de Diamante Dopado com Boro e de titânio. Os melhores resultados na diminuição da matéria orgânica do efluente foram obtidos para o Exp- 2 quando aplicada densidade de corrente de 60 mAcm-2, em que ocorreu completa mineralização da matéria orgânica com 120 min de tratamento. O aumento da concentração dos íons persulfato durante a oxidação eletroquímica foi mais notório no Exp- 2. Conclui-se que a Remediação Eletrocinética foi eficiente para a remoção do corante Alaranjado de Metila do solo, e que a adição de Dodecil Sulfato de Sódio e de Sulfato de Sódio contribuiu com este resultado, favorecendo os processos de eletromigração e eletro-osmose. Os resultados demonstram também a possibilidade de emprego do solo tratado para fins de cultivo e de reuso do efluente gerado durante o tratamento.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5525
Other Identifiers: 20150146590
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aplicaçãodetratamentoseletroquímicos_Monografia.pdfTCC- 2017.21.93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons