Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5517
Título: Efeito agudo da ventilação não invasiva nas variáveis cardiovasculares e respiratórias em indivíduos com insuficiência cardíaca
Título(s) alternativo(s): Acute Effect of Non Invasive Ventilation on Cardiovascular and Respiratory Variables in individuals with Heart Failure
Autor(es): Bezerra, Maria Amanda de Farias
Palavras-chave: ventilação não invasiva;frequência cardíaca;taxa respiratória;pressão arterial
Data do documento: 13-Jan-2018
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: BEZERRA, Maria Amanda de Farias. Efeito agudo da ventilação não invasiva nas variáveis cardiovasculares e respiratórias em indivíduos com insuficiência cardíaca. 2017. 37f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, 2017.
Resumo: Objetivo: Analisar o efeito agudo durante a Ventilação Não Invasiva (VNI) na pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD), frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR) e saturação periférica de oxigênio (SpO2) em pacientes com Insuficiência Cardíaca (IC). Métodos: Trata-se de um ensaio clínico controlado, randomizado, cruzado, composto por 14 voluntários (63+9 anos), portadores de IC crônica, classe II (New York Heart Association), sintomáticos e clinicamente estáveis, os voluntários foram submetidos à 30 minutos de CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas) e 30 minutos de VNI modo Bi-nível em dias distintos. Resultados: No Bi-nível houve redução da FC (de 72,9+11,7 para 66,4+8,6 bpm), redução da FR (de 18,5+43,3 para 16,0+3,0 irpm) e aumento da SpO2 (de 96,6+1,5 para 97,6+1,2 %). No CPAP houve redução da FC (de 69,7+8,0 para 64,5+9,9bpm), redução da FR (de 18,0+3,4 para 15,4+3,2 irpm), e aumento da SpO2 de (97,2+1,3 para 97,8+1,0 %). Não houve diferença entre os modos ventilatórios CPAP e Bi-nível. Conclusão: Após 30 minutos de uso da VNI, em ambos os modos houve diminuição da FC e da FR, bem como aumento da SpO2 em indivíduos com IC.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5517
Outros identificadores: 2013039820
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeitoagudodaventilação_2017_TCC.pdfTexto Completo793.57 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.