Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5498
Title: Retorno real dos recursos dos contribuintes: ranking dos municípios do estado do Rio Grande do Norte, com base no coeficiente de variação, no período 2006 a 2010
Authors: Oliveira, Camila Alves de
Keywords: Retorno dos recursos do contribuinte;Municípios
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Camila Alves de. Retorno real dos recursos dos contribuintes: ranking dos municípios do estado do Rio Grande do Norte, com base no coeficiente de variação, no período 2006 a 2010. 2012. 47f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: A atividade financeira do Estado abrange a captação de recursos, a gestão deles e o seu gasto com o intuito de atender às necessidades da coletividade e do próprio Estado. Os indicadores de desempenho são instrumentos importantes para controle de gestão e verificação de eficiência e eficácia na administração pública. O objetivo geral desta investigação é estabelecer o ranking do retorno real dos recursos dos contribuintes dos municípios do Estado do Rio Grande do Norte, com base no coeficiente de variação, no período de 2006 a 2010. Foram utilizadas as pesquisas exploratória, bibliográfica, documental, quantitativa e qualitativa. Os dados foram extraídos do sítio da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN). Os resultados revelaram que o município de Acari foi o que apresentou o menor coeficiente de variação (0,65%), portanto liderando os municípios analisados quanto à regularidade no retorno dos recursos do contribuinte. O município de Lajes foi o único a apresentar baixa regularidade no retorno dos recursos ao contribuinte, apresentando o maior coeficiente de variação (32,90%). No total dos municípios, a maioria deles apresentou grande regularidade no retorno dos recursos. Apenas os municípios de São Tomé, Serra de São Bento, Timbaúba dos Batistas e Umarizal demonstraram média regularidade. Na comparação com o IFGF evidenciaram-se divergências nos resultados, com destaque para o município de Lajes que se posicionou em último colocado no indicador do retorno dos recursos do contribuinte e recebeu conceito B de boa gestão pelo índice FIRJAN apresentando-se em 9° (nono) colocado.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5498
Other Identifiers: 2008003167
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CamilaAO_Monografia.pdfCiências Contábeis 419.46 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.