Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5467
Title: A relação entre a artralgia da Febre Chikungunya e as alterações do sono em idosos assistidos por uma unidade básica de saúde
Other Titles: The relationship between chikungunya fever artralgia and sleep changes in elderly people assisted by a basic health unit
Authors: Lira, Catarina Zulmira Souza de
Keywords: Sono;Chikungunya;Artralgia;Idosos;Sleep;Chikungunya;Arthralgia;Elderly
Issue Date: 24-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIRA, Catarina Zulmira Souza de. A relação entre a artralgia da Febre Chikungunya e as alterações do sono em idosos assistidos por uma unidade básica de saúde. 2017. 74f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, RN, 2017.
Portuguese Abstract: Sabe-se que o vírus Chikungunya repercute na saúde dos indivíduos sustentada por uma grande rede de múltiplos fatores, que podem culminar em consequências crônicas. Dos fatores que podem influenciar de modo direto a severidade e a interferência dessa dor perpetuando-a temos as alterações de sono que se correlacionam com a dor crônica aumentando sua percepção. O cenário brasileiro relativo ao extenso número de casos de pessoas infectadas pelo vírus da Chikungunya necessita ainda de investigação, somando-se a existência na literatura de poucos trabalhos com idosos avaliando a relação sono e a dor provocada especificadamente por este vírus, sendo esta população de risco ao considerar os antecedentes pessoais patológicos. Dessa forma esta pesquisa pretendeu relacionar esta relação (sono e dor crônica advinda do CHIK V) com as alterações também em marcadores de sonolência, ansiedade, depressão e a qualidade de vida. O desenho da pesquisa caracteriza-se como estudo observacional transversal tendo como ponto de coleta a Unidade Básica de Saúde de Aparecida no bairro de Mãe Luiza em Natal. Foram aplicados sete questionários validados, precedidos pelo preenchimento de uma ficha sociodemográfica. Primeiramente, realizamos a análise estatística descritiva das variáveis obtidas incluindo a determinação da característica da distribuição de cada variável e, posteriormente, a análise estatística inferencial com intuito de buscar relações entre os marcadores de dor, ansiedade, depressão, qualidade de vida e as variáveis qualidade e regularidade do sono nos indivíduos entrevistados. Especificamente, buscamos fazer uso de testes de correlação e regressões múltiplas para determinar as variáveis preditivas da dor. Após as análises dos dados, concluímos que apenas a variável ansiedade não mostrou associação significativa com as variáveis da dor, e que a qualidade do sono medida pelo IQSP e a qualidade de vida medida pelo SF- 36 foram as variáveis que melhor predizem a artralgia nesta amostra. Portanto, concluímos que tanto a saúde do sono, quanto a manutenção de níveis adequados de qualidade de vida impactam no cotidiano dos indivíduos acometidos pelo vírus da Chikungunya e que este conhecimento deve ser levado em consideração e avaliado em nossos pacientes, objetivando diminuir os riscos à saúde que estão atrelados a sua ocorrência.
Abstract: It is known that the Chikungunya virus has an impact on the health of individuals, supported by a large network of multiple factors, which can lead to chronic consequences. Of the factors that can directly influence the severity and the interference of this pain perpetuating it we have the sleep alterations that correlate with the chronic pain increasing its perception. The Brazilian scenario regarding the large number of cases of people infected by the Chikungunya virus still needs to be investigated, adding to the existence in the literature of few studies with elderly people evaluating the relation between sleep and pain specifically caused by this virus. when considering personal pathological antecedents. Thus, this research aimed to relate this relationship (sleep and chronic pain from CHIK V) with changes also in markers of sleepiness, anxiety, depression and quality of life. The research design is characterized as an observational cross-sectional study with the collection of the Basic Health Unit of Aparecida in the neighborhood of Mãe Luiza in Natal. Seven validated questionnaires were applied, preceded by the completion of a sociodemographic record. Firstly, we performed the descriptive statistical analysis of the variables obtained including the determination of the characteristic of the distribution of each variable and, later, the inferential statistical analysis in order to search for relationships between pain, anxiety, depression, quality of life and quality variables and regularity of sleep in the individuals interviewed. Specifically, we sought to use multiple correlation and regression tests to determine the predictive variables of pain. After analyzing the data, we concluded that only the anxiety variable showed no significant association with the pain variables, and that the quality of sleep measured by the IQSP and the quality of life measured by the SF-36 were the variables that best predict arthralgia in this sample. Therefore, we conclude that both sleep health and the maintenance of adequate levels of quality of life impact the daily life of the individuals affected by the Chikungunya virus and that this knowledge must be taken into consideration and evaluated in our patients, aiming to reduce the risks to that are linked to their occurrence.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5467
Other Identifiers: 2013040651
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A relação entre a artralgia da Febre Chikungunya_2017_TCCTexto Completo2,71 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons