Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5464
Title: Análise do comportamento da Criosfera nos períodos do início do Holoceno e pré-industrial
Authors: Brito Neto, Francisco Agustinho de
Keywords: SPEEDY;Mudanças Climáticas;Change Climate;Paleoclima;Paleoclimate
Issue Date: 8-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BRITO NETO, Francisco Agustinho de. Análise do comportamento da Criosfera nos períodos do início do Holoceno e pré-industrial. 30 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Meteorologia) - Departamento de Ciências Atmosféricas e Climáticas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal - RN, 2017.
Portuguese Abstract: Dado o cenário atual de mudanças climáticas, e seu impacto em uma população com mais de seis bilhões de pessoas. Então, há a necessidade do entendimento do clima no passado, sendo assim, o período do Início do Holoceno possui informações importantes para comunidade cientifica ter um maior entendimento do clima atual. Inicialmente se pensava que o período do Início do Holoceno era um período de clima estável, com pequenas evidências de mudanças climáticas ao longo da sua série histórica. Sendo assim, o objetivo geral deste estudo é verificar se houve alguma modificação na Criosfera no período Pré-industrial (inicio 1850) em relação ao período do Início do Holoceno (cerca de 11500 anos atrás), cuja as regiões estudadas foram a Antártica e o Ártico. Para isso utilizamos o modelo hidrostático SPEEDY-CICE. Faremos comparações sazonais entre os dois períodos, com o objetivo de verificar quais regiões na Antártica e no Ártico apresentam as maiores diferenças entre os períodos estudados. Analisarmos as variáveis: Cobertura do Gelo Marinho, Deposição da Neve, Espessura da Neve e Temperatura da Camada de Mistura do Oceano. O modelo SPEEDY é baseado em um núcleo dinâmico, cuja o mesmo é hidrostático. Em relação aos níveis verticais o modelo SPEEDY apresenta cinco camadas em coordenada r, cujos os limites variam de 0, 0,15, 0,35, 0,65, 0,90 e 1. O SPEEDY está acoplado ao modelo de gelo Marinho CICE (Los Alamos sea ice model), modelo esse que representa as condições de gelo marinho através das parametrizações termodinâmicas do oceano relacionada ao balanço de energia em superfície. Os resultados apontam que o Oceano Índico no período do Início do Holoceno apresentou as maiores diferenças entre todas as variáveis estudas nos dois períodos abordado no presente trabalho. Esse resultado está de acordo também com um período de menor aquecimento da camada de mistura do oceano na região no Início do Holoceno.
Abstract: Given the current climate change scenario, and its impact on a population of over six billion people. So, there is the need for climate understanding in the past, so the Início do Holocene period is great for the scientific community to have a greater understanding of the current climate. Initially it was thought that Início do Holocene period was a period of stable climate, with small evidence of abrupt climate change. Therefore, the general purpose of this study is to see if there was any modification in the cryosphere in the pre-industrial period (start 1850) in relation to the Início do Holocene period (about 11500 years ago), whose regions studied will be Antarctica and the Arctic, so we use the Hydrostatic model speedyCICE. We will make seasonal comparisons between the two periods, with the aim of checking which regions in Antarctica and the Arctic present the greatest differences between the periods studied. We analyze the variables: coverage of the sea ice, deposition of snow, snow thickness and the temperature of the ocean mixing layer. The speedy model is based on a dynamic nucleus, whose same is hydrostatic. In relation to vertical levels the speedy model has five layers in r coordinate, whose boundaries vary from 0, 0.15, 0.35, 0.65, 0.90, and 1. The speedy is coupled to the marine Ice model CICE (Los Alamos sea ice model), a model that represents marine ice conditions through the thermodynamics of the ocean related to the surface energy balance. The results point out that the Indian Ocean the Início do Holocene period presented the greatest differences between all the variables studied in the two periods addressed in the present work. This result also agrees with a period of lower heating of the ocean mixing layer in the region in the Início do Holocene.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5464
Other Identifiers: 2014052610
Appears in Collections:Meteorologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseComportamento_BritoNeto_2017.pdfMonografia1,74 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.