Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/5440
Title: Avaliação da viabiliadade da pressão expiratória nasal como forma de avaliação em indivíduos saudáveis: possível forma de complementação para mensuração da força da musculatura expiratória
Other Titles: Evaluation of nasal expiratory pressure viability as a form of evaluation in healthy individuals. possible form of complementation for the measurement of the expiratory musculature
Authors: Cavalcante, Antonio Felipe Lopes
Keywords: Força muscular expiratória;Pressão expiratória nasal;Pressões respiratórias máximas
Issue Date: 6-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CAVALCANTE, Antonio Felipe Lopes. Avaliação da viabiliadade da pressão expiratória nasal como forma de avaliação em indivíduos saudáveis: possível forma de complementação para mensuração da força da musculatura expiratória. 2017. 25f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Introdução: A avaliação das pressões musculares respiratórias é um importante método para detecção precoce de fraqueza nesta musculatura. As avaliações das pressões respiratórias máxima requerem um nível de coordenação que não pode ser alcançado em algumas patologias. Em contrapartida a mensuração da Pressão Inspiratória Nasal- Sniff test, destaca-se como uma possibilidade não invasiva de mensuração da força muscular respiratória, em especial da musculatura diafragmática. No entanto, por mais sensível que o Sniff test seja para as pressões inspiratórias, quadros de aspiração e pneumonia são frequentes em pacientes com doenças neuromusculares devido à fraqueza da musculatura expiratória. Tal necessidade levou a pesquisas e testes de uma nova técnica de avaliação da musculatura respiratória por meio do Sniff test, No entanto, para a musculatura expiratória. Tal manobra é denominada de Sniff Reverso (Snep). Objetivo: Avaliar a viabilidade da manobra Snep em sujeitos Saudáveis e a correlação entre a pressão expiratória máxima e a pressão expiratória nasal. Metodologia: O trabalho trata-se de um estudo observacional transversal e para a sua realização foram coletados indivíduos saudáveis, reunidos por conveniência que não possuíssem histórico de doença obstrutiva ou restritiva pulmonar, ausência de quadro de gripe ou obstrução das vias aéreas na data da avaliação, que foram capazes de compreender a manobra e não serem claustrofóbicos, idade entre 18 e 30 anos, índice de massa corpórea (IMC) dentro dos parâmetros tidos como normais segundo a Organização Mundial da Saúde. Resultados: Foram coletados 9 indivíduos saudáveis (5 homens e 4 mulheres), com média de idade de 21 ± 1,34 anos, com IMC dentro dos parâmetros tidos como normais. Os dados foram normalizados por Shapiro-Wilk e realizou-se os teste de Mann-Whitney, correlação de Spearman e teste de concordância de Bland-Altman. Foi encontrada forte correlação entre os valores de PEmax e Snep (p=0,009; r= 0,80). Além disso, essas variáveis apresentaram boa concordância, uma vez que é percebido, por meio do gráfico de Bland-Altman. Conclusão: O Snep demonstra-se como uma possibilidade de complementação e auxílio preditivo do estado geral de pacientes por ser uma manobra não invasiva de fácil aplicabilidade. Pesquisas posteriores são necessárias para a comprovação efetiva da técnica e aplicabilidade dela nas avaliações clínicas nos sistemas de saúde.
Abstract: The evaluation of respiratory muscle pressures is an important method for the early detection of weakness in this musculature. Assessments of maximum respiratory pressures require a level of coordination that can not be achieved in some pathologies. On the other hand, the measurement of Nasal Pressure Sniff test stands out as a non-invasive measure of respiratory muscle strength, especially of the diaphragmatic muscles. However, as sensitive as the Sniff test is to inspiratory pressures, aspiration frames and pneumonia are frequent in patients with neuromuscular diseases due to weakness of the expiratory musculature. Such a need led to research and testing of a new technique for evaluating respiratory muscles through the Sniff test, however, for the expiratory musculature. This maneuver is called the Reverse Sniff (Snep). Objective: To evaluate the viability of the Snep maneuver in Healthy subjects and the correlation between the maximum expiratory pressure and the nasal expiratory pressure. Methodology: The study was a cross-sectional observational study and healthy individuals were collected for convenience, who did not have a history of obstructive or restrictive lung disease, absence of influenza or airway obstruction at the time of evaluation , who were able to understand the maneuver and were not claustrophobic, aged between 18 and 30 years, body mass index (BMI) within the parameters considered normal according to the World Health Organization. Results: A total of 9 healthy individuals and 4 women), with a mean age of 21 ± 1.34 years, with BMI within the parameters considered normal. Data were standardized by Shapiro-Wilk and the Mann-Whitney test, Spearman correlation, and Bland-Altman concordance test were performed. A strong correlation was found between PEmax and Snep values (p = 0.009; r = 0.80). In addition, these variables presented good agreement, once it is perceived, through the Bland-Altman graph. Conclusion: Snep is shown as a possibility of complementation and predictive aid of the general state of patients because it is a non-invasive maneuver of easy applicability. Further research is needed to effectively prove the technique and its applicability in clinical assessments in health systems.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/5440
Other Identifiers: 20150142170
metadata.dc.description.embargo: 2020-12-31
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãodaviabiliadadedapressão_2017_TCC.pdf
Restricted Access Until 2020-12-30
Texto Completo529.53 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.